Clique e assine por apenas 5,90/mês

Controlar pretende manter inspeção até o fim de janeiro

Número de veículos que não passarão pela avaliação pode superar 1 milhão

Por Redação - Atualizado em 9 nov 2016, 12h47 - Publicado em 15 out 2013, 14h50
mercado

A Controlar, empresa que era responsável pela inspeção veicular na cidade de São Paulo até a semana passada, quer continuar a prestar o serviço até, pelo menos, 31 de janeiro de 2014. De acordo com o jornal O Estado de S.Paulo, a prestadora de serviços entrou com ação cautelar na Justiça para retomar as atividades.

De acordo com a empresa, 1.141.198 veículos deixarão de passar pela avaliação até o fim de 2013 caso a suspensão do serviço se mantenha, e não 300 mil, como estimou a Prefeitura de São Paulo. Além disso, 221.982 desses proprietários já teriam pagado o valor do serviço.

Para quem já realizou o procedimento, a Prefeitura disponibilizou um site por meio do qual os consumidores podem pedir o reembolso do valor desembolsado (você pode acessá-lo neste link).

Promotor contesta suspensão

Ismael Lutti, promotor responsável por mover uma ação civil pública contra a Controlar, não concordou com a postura do poder público municipal. Em sua opinião, a Prefeitura já deveria ter programado a substituição da empresa nos primeiros 10 meses de 2013, e não apenas forçar a suspensão do contrato.

Estudo mostra benefícios da inspeção

Paulo Saldiva, que compõe o Departamento de Patologia da Faculdade de Medicina da USP, desenvolveu um estudo que mostra que, nos últimos três anos, o benefício ao meio ambiente trazido pela inspeção veicular em São Paulo evitou 1.395 mortes e 1.813 internações, de modo a propiciar uma economia de R$ 320 milhões aos cofres públicos.

Continua após a publicidade
Publicidade