Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Conceito BMW dos anos 90 antecipava design e tecnologias dos carros atuais

O conceito antecipou as grades com design horizontal, tela de infoentretenimento e câmeras no lugar dos retrovisores

Por João Vitor Ferreira Atualizado em 17 jul 2021, 12h53 - Publicado em 17 jul 2021, 12h51

Quando vemos um design que foge do padrão que estamos acostumados, normalmente tendemos a não gostar da ideia. É o que acontece com a Tesla Cybertruck, considerado futurista e completamente diferente das picapes atuais.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90.

Mudanças são estranhas no começo e leva um tempo para que o público se familiarize com o que está sendo proposto. O melhor exemplo disso é o protótipo que a BMW apresentado no último vídeo da série “Inside BMW Classics”. O designer veterano Joji Nagashima, que trabalhou em diversos veículos da marca alemã, apresenta um conceito do início dos anos 90 com elementos e equipamentos para lá de atuais.

O ZBF-7er é o carro-conceito que previa o futuro dos veículos Série 7. Sua principal característica era a grande grade na vertical, utilizada nos dias de hoje e bem diferente para o estilo da época. Outros detalhes que o colocavam à frente de seu tempo eram o capô mais alto, faróis horizontais e faixas cromadas no para-choque dianteiro totalmente integrado.

O modelo também tinha outras peculiaridades interessantes, como as câmeras que substituíam os retrovisores tradicionais. Hoje, quase 30 anos depois, ainda não é comum vermos carros com essa tecnologia, mas eles já existem e estão à venda no Brasil. As maçanetas são no estilo pop-up, que junto das câmeras, são soluções que ajudam a melhorar a aerodinâmica do veículo.

lateral bmw prototipo anos 90
Para-lamas eram robustos por conta das rodas grandes e uma câmera substituía os espelhos retrovisores. Reprodução/BMW

O resto da carroceria – feita de metal batido à mão, na Itália, usando antigas técnicas de construção – segue com um padrão bem discreto, exceto pelas rodas. Segundo Nagashima, elas foram encomendadas e feitas – também à mão – sob medida, já que na época as maiores disponíveis tinham apenas 19 polegadas.

Continua após a publicidade
painel protótipo BMW anos 90
Reprodução/BMW

Infelizmente, as filmagens mostram muito pouco da traseira, apenas uma parte das lanternas horizontais e alongadas e a faixa cromada, presente por todo o veículo.

  • E quem iria imaginar que nos anos 90 um carro já teria central multimídia? Embora a tela fosse pequena comparada às modernas, o sistema vinha integrado com o quadro de instrumentos analógico e era um grande salto tecnológico para a época.

    Multimídia BMW protótipo dos anos 90
    Cluster com botões analógicos para controlar a tela de infoentretenimento Reprodução/BMW

    Outra tendência que o protótipo adiantou foram os botões divididos entre o volante e túnel central, permitindo que as saídas de ventilação ocupassem o centro do painel.

    fila traseira do prototipo da BMW dos anos 90
    Reprodução/BMW

    A viagem para o futuro fica completa quando vemos dois laptops, acoplados aos bancos dianteiros, para uso dos passageiros que viajam atrás. Além disso, eles também dispõem de mesa expansível e um conjunto de botões que lembra o atual sistema BMW iDrive.

    Embora o veículo seja completo e pronto para dirigir, não foi dito no vídeo qual motor equipa o protótipo. Também não foi explicado o porquê do ZBF-7er nunca ter sido apresentado publicamente, mesmo ele tendo sido bem aceito pelos chefes da BMW da época, como explica Nagashima.

    laptop protótipo BMW anos 90

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital

    Continua após a publicidade
    Publicidade