Clique e assine por apenas 8,90/mês

Novo Audi e-tron tem câmeras no lugar dos retrovisores e custa R$ 459.990

SUV está disponível para pré-venda e será mais barato que o rival Mercedes-Benz EQC; motores elétricos somam 408 cv de potência e têm 436 km de autonomia

Por Gabriel Aguiar - Atualizado em 20 fev 2020, 14h16 - Publicado em 20 fev 2020, 13h50
Preço inicial do SUV elétrico será de R$ 459.990, mas só como venda direta Divulgação/Audi

O novo Audi e-tron, primeiro modelo elétrico da marca já tem preço definitivo no Brasil: R$ 459.990. Por enquanto, o SUV está em campanha de reserva apenas para vendas diretas, com chegada às lojas prevista para a primeira metade de abril.

Por aqui, o SUV será oferecido em duas versões (Performance e Performance Black, que ainda não teve valores definidos), ambas equipadas com dois motores elétricos que somam 408 cv e 67,7 kgfm, além de 436 km de autonomia no ciclo WLTP.

Modelo tem autonomia máxima de 436 km, de acordo com o ciclo WLTP Julia Schäfer/Audi

Ele também estreará por aqui os retrovisores externos virtuais, que substituem os espelhos por um conjunto de câmeras e telas nas portas. Até então, a nova geração do caminhão Mercedes-Benz Actros era o único veículo com a tecnologia aqui.

Quem decidir comprar o modelo durante a pré-venda, terá valorização de R$ 20.000 no usado, além de garantia completa de quatro anos com revisões incluídas – e oito anos para baterias. A empresa não disse se esse período mudará futuramente.

O retrovisor virtual será oferecido no mercado brasileiro Divulgação/Audi

Há 14 concessionárias habilitadas a vender o e-tron em 11 diferentes estados do país – quatro delas estão em São Paulo. Todas terão pontos de recarga rápida com 24 kW (tipo DC). E ainda haverá 200 pontos pelo Brasil com 22 kW (tipo AC).

Vale lembrar que, pelo preço anunciado, o modelo da Audi será mais barato que o recém-apresentado Mercedes-Benz EQC, que detém o título de elétrico mais caro à venda por aqui: são R$ 477.900. Já o rival Jaguar I-Pace custa R$ 452.200.

O ótimo acabamento da cabine combina com a profusão de telas de lcd Divulgação/Audi
Continua após a publicidade
Publicidade