Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Clássico do futuro: Mini Rover ganha motor elétrico de Nissan Leaf

Oficina inglesa pede o equivalente a R$ 179.000 e seis meses de espera pela conversão do modelo

Por Pedro Henrique Oliveira 15 jun 2021, 09h34
Mini 1993 Rover elétrico verde claro visto de frente
O modelo Rover de 1993 foi convertido pelos britânicos da London Eletric Cars Reprodução/Top Gear

Depois de os britânicos da Electric Classic Cars transformarem uma clássica Ferrari 308 GTS em um moderno esportivo com motor elétrico da Tesla, chegou a vez de a London Electric Cars realizar a sua transformação. A empresa converteu um Mini Rover 1993 em elétrico com o motor de um Nissan Leaf. Para o pequeno Mini, os ingleses utilizaram uma bateria de 20kWh, mas também há opções mais potentes, de 25 ou 33 kWh, com um custo adicional.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90

 

Neste caso, a bateria menor oferece uma autonomia que varia entre 97 e 113 km, e pode ser recarregada em tomadas domésticas e trifásicas. Um carregador rápido também está disponível como opcional. O motor elétrico é instalado no eixo dianteiro, enquanto a bateria é montada em dois blocos, que estão localizados sob o banco traseiro e no porta-malas.

Mini Rover 1993 elétrico verde claro visto 3/4 de frente
Os engenheiros utilizaram a motorização de um Nissan Leaf no Mini clássico Reprodução/Top Gear
Continua após a publicidade

Para não desagradar aos puristas, o Mini praticamente não sofreu alterações em sua aparência. Estão lá a grade cromada com grande abertura, além dos para-choques e da moldura dos arcos de roda, também cromados. É perfeitamente possível passar pelas ruas sem que as pessoas notem que se trata de um clássico elétrico.

Mini 1993 Rover elétrico verde claro
A empresa pretende converter 1.000 carros a combustão em elétricos dentro de três anos Reprodução/Top Gear

O fundador da empresa, Matthew Quitter, é um entusiasta dos carros elétricos e de transformações sustentáveis dos veículos. Para ele, “fez sentido para a empresa concentrar os esforços na personalização do Mini”. A empresa espera realizar mais projetos e, nos próximos três anos, atingir o número de 1.000 carros transformados da combustão para a eletricidade. 

O CEO ainda diz que a London Electric Cars planejou, com essa conversão, que o Mini clássico “fosse uma opção acessível e útil para os moradores de cidades de todo o mundo, com o intuito de diminuir o trânsito e combater a poluição”. A conversão sai por 25.000 libras, cerca de R$ 179.000, livre de impostos, e o prazo para a entrega do modelo é de de até seis meses.

Mini 1993 Rover elétrico verde claro visto 3/4 de frente
A bateria padrão é de 20kWh, mas estão disponíveis duas opções, de 25 e 33kWh, mediante pagamento adicional Reprodução/Top Gear

 

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital

Capa Maio 2021
A edição 745 de QUATRO RODAS já está nas bancas! Arte/Quatro Rodas
Continua após a publicidade

Publicidade