Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Caoa vence Hyundai na justiça e poderá trazer novos modelos ao Brasil

Fabricante sul-coreana tentou impedir renovação automática de contrato de representação, mas perdeu em corte arbitrária internacional

Por Henrique Rodriguez Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 23 jul 2021, 12h49 - Publicado em 23 jul 2021, 12h19
tucson
Hyundai Tucson já tem nova geração lá fora, enquanto o modelo fabricado no Brasil nem sequer foi reestilizado (Divulgação/Hyundai)

Demorou, mas a novela parece ter chegado ao fim. Caoa e Hyundai brigavam na justiça pelo direito de produzir os carros da marca coreana no Brasil desde 2017. A questão chegou à corte arbitral da Câmara de Comércio Internacional, em Frankfurt, Alemanha, que teve decisão favorável à Caoa e não cabe recurso. 

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90

O contrato previa uma renovação automática por mais 10, mas a Hyundai ofereceu uma opção de renovação por dois. Liminares vinham garantindo as operações da Hyundai Caoa nos últimos anos.

elantra
Nova geração do Hyundai Elantra (Divulgação/Hyundai)

Agora a Caoa está livre para investir na importação e produção local de novos carros da Hyundai com alguma segurança por mais alguns anos, enquanto a Hyundai Motor Brasil (controlada pela matriz), segue com a produção nacional de HB20 e Creta.

Continua após a publicidade

A Hyundai ficou em segundo plano dentro da Caoa desde que a Caoa assumiu a frente da operação da Chery no Brasil. Basta ver que a linha de carros de passeio, hoje, é composta pelos defasados iX35 (que pode sair de linha ao final de 2021) e Tucson, que já tem nova geração lá fora e nem sequer passou por reestilização. Ambos são montados no Brasil, enquanto o Azera é o único importado disponível, visto que o estoque do Santa Fe chegou ao fim.

Nova picape chegará aos EUA no meio do ano, antes de seguir para outros mercados
Hyundai Santa Cruz é picape monobloco com porte da Fiat Toro (Divulgação/Hyundai)

A Caoa ainda monta dois caminhões Hyundai em Anápolis (GO): o pequeno HR e o HD80.

É uma realidade muito diferente daquela que a Hyundai vivenciou a partir do final dos anos 2000, quando a primeira geração do Hyundai Tucson virou moda, ajudou a fazer modelos como Santa Fe, Vera Cruz e Azera serem desejados no Brasil. Mas o grande fenômeno talvez tenha sido o i30, que chegou a ser o hatch médio mais vendido do Brasil quando o segmento ainda era muito relevante. Elantra e Veloster também não podem ser esquecidos.

Continua após a publicidade
hyundai_ioniq_5
Hyundai Ioniq 5 é crossover elétrico revolucionário da fabricante sul-coreana (Divulgação/Hyundai)

Hyundai e Caoa têm vínculos desde 1999 e o interesse da empresa sul-coreana seria, justamente, poder explorar o negócio de importação de seus carros sem um intermediário e até chegou a importar alguns carros recentes. Esse plano será adiado por mais alguns anos.

As novidades poderão incluir a picape Santa Cruz, a nova geração do Tucson e o novo Elantra, formalizando a chegada da nova (e ousada) linguagem de design da marca.

Procurada, a Caoa disse que ainda não vai se manifestar sobre a decisão da corte arbitral.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Edição de julho

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.