Clique e assine com até 75% de desconto

Audi R8 deve virar esportivo híbrido, mas sem perder o motor V10 (ufa!)

Revista britânica indica que, diferentemente do que se esperava, esportivo alemão não será totalmente elétrico e clássico propulsor V10 será preservado

Por Daniel Telles 13 fev 2020, 15h58
Audi R8 bate os 200 km/h em 9,8 segundos Divulgação/Audi

A próxima geração do esportivo Audi R8 está por vir e os fãs que temiam pela chegada de um modelo totalmente elétrico podem respirar aliviados.

Pelo menos segundo a revista britânica Top Gear, tudo indica que a terceira geração continuará carregando o motor V10 aspirado, mas dessa vez atuando em conjunto com um sistema elétrico.

A opção por um modelo híbrido se deve principalmente ao desejo da marca e dos clientes de o veículo se manter fiel à sua alma esportiva, além de preservar o exclusivo propulsor V10 –  os principais rivais utilizam o V8 turbo de duplo compressor.

Próxima geração provavelmente terá motorização híbrida, preservando o V10 aspirado Divulgação/Audi

Além disso, o vindouro Audi e-Tron GT deve cumprir o papel de esportivo elétrico da marca. Espera-se que o modelo chegue com mais de 800 cv de potência.

Outra preocupação importante é respeitar as cada vez mais rígidas legislações ambientais em vigor ao redor do mundo.

  • A geração atual do Audi R8 tem 620 cv de potência e 59,1 kgfm de torque em sua versão mais apimentada, chamada Performance.

    O V10 aspirado, acoplado a um câmbio automatizado, de sete marchas e dupla embreagem, faz com que o cupê atinja os 100 km/h em meros 3,1 segundos.

    Continua após a publicidade
    Publicidade