Clique e assine com até 75% de desconto

Audi Q5 se rende ao estilo SUV cupê com inédita versão Sportback

Nova opção de carroceria segue a mesma estratégia de Q3 e E-Tron Sportback: entregar visual mais esportivo em troca de algum espaço interno a menos

Por Henrique Rodriguez Atualizado em 28 set 2020, 15h37 - Publicado em 28 set 2020, 12h15
Divulgação/Audi

Foi-se o tempo em que todo carro ganhava uma versão SUV. A moda agora é ver todos aqueles SUVs ganhando uma versão SUV cupê, com caimento do teto mais acentuado na traseira à moda do BMW X6 — lançado em 2007.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine por apenas R$ 8.90

Esse é o caso do Audi Q5. O SUV médio foi lançado em 2008 e agora, em sua segunda geração, ganhou opção de carroceria cupê. É o Audi Q5 Sportback.

Divulgação/Audi

Há diferenças importantes, como é de se esperar. Com 4,69 metros de comprimento, o Sportback é sete milímetros mais comprido que o Q5, mas altura e largura são idênticas. O entre-eixos é de 2,82 m.

  • A traseira tem para-choques mais elevados e apliques prateados, assim como a régua que interliga as lanternas. Elas, inclusive, podem ganhar iluminação por OLED, divididos em seis segmentos que podem ser controlados individualmente e configurados pelo proprietário. Sim, é possível personalizar como as luzes acenderão.

    Divulgação/Audi

    Além disso, caso um outro veículo se aproxime quando o Q5 Sportback estiver estacionado, este emitirá uma série de avisos de proximidade.

    Continua após a publicidade

    A dianteira também tem mudanças. O Audi Q5 Sportback tem grade exclusiva e para-choques com aspecto mais largo. Os faróis são full-led por padrão, mas pode receber tecnologia Matrix LED.

    Divulgação/Audi

    Por dentro, destaque para a versão atualizada do sistema MIB 3 com nova tela de 10,1 polegadas. O quadro de instrumentos digital de 12,3 polegadas é opcional.

    Em termos de espaço, os passageiros do banco de trás perderam entre 1 e 2 cm em espaço para a cabeça. O porta-malas, por sua vez, teve a capacidade reduzida de 550 para 510 litros. Pelo menos existe como opcional a possibilidade da segunda fila de bancos deslizar em trilhos para ganhar 60 litros, como no VW Fox.

    Divulgação/Audi

    No lançamento, o SUV cupê estará disponível na Europa com motor dois motores 2.0, a gasolina ou diesel. Ambos rendem 204 cv e são combinados ao câmbio S-Tronic de sete marchas. Mais adiante, estreia o SQ5 Sportback com motor V6 turbodiesel de 347 cv e câmbio automático tiptronic de oito marchas, além de versões híbridas a gasolina.

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

    Continua após a publicidade
    Publicidade