Clique e assine com até 75% de desconto

Audi E-Tron Sportback é tudo o que o VW Nivus queria ser, por R$ 511.990

SUV Cupê é o segundo carro totalmente elétrico da marca e chega ao Brasil com 408 cv de potência, 446 km de autonomia e custando R$ 511.990

Por Daniel Telles 24 ago 2020, 18h02
Divulgação/Audi

A Audi anunciou nesta segunda-feira (24) que as primeiras unidades do E-Tron Sportback já estão chegando às concessionárias da marca espalhadas pelo Brasil.

O modelo é uma versão cupê do Audi E-Tron, SUV elétrico e recheado de tecnologia que foi lançado no Brasil no primeiro semestre deste ano.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine com 64% de desconto.

Assim como o irmão, o E-Tron Sportback é elétrico. Tem dois motores – um dianteiro e outro traseiro – que somam 408 cv de potência e 67,7 kgfm e tem autonomia de 446 km (10 km a mais que o SUV).

Divulgação/Audi

A diferença está mesmo na carroceria. A traseira do Sportback apresenta queda mais acentuada, conferindo ao carro um visual cupê que remete ao recém lançado VW Nivus.

Apesar de terem aspectos diferentes, os dois E-Tron têm tamanhos parecidos: compartilham os 4,9 m de comprimento, 2,93 m de entre-eixos e 2 m de largura, sendo o E-Tron “comum” apenas 1 cm mais alto – 1,63 m x 1,62 m.

Já o porta-malas é menor na configuração cupê: 615 l contra 660 l do primogênito.

Continua após a publicidade
Divulgação/Audi

A Audi ainda não revelou se os itens de série do Sportback serão os mesmos do E-Tron convencional.

Todavia, cabe relembrarmos que o irmão mais velho traz de série faróis full-led com assistente de luz alta, oito airbags (frontais, laterais, de cortina e dois de joelho), controle de cruzeiro adaptativo com assistente de faixa e frenagem autônoma emergencial, rodas de liga leve aro 21, assistente de estacionamento com visão 360 graus, entre outros itens.

O mais chamativo (e tecnológico) deles, no entanto, deve continuar como opcional. Assim como no E-Tron convencional, os retrovisores do Sportback também poderão ser substituídos por duas câmeras que trazem imagens do trânsito para dentro da cabine, em alta resolução.

Retrovisor eletrônico deve continuar sendo opcional no E-Tron Sportback Divulgação/Audi

Os retrovisores inovadores são vendidos em um pacote opcional de R$ 13.000, exclusivo da versão topo de linha – Performance Black – do E-Tron.

De acordo com a Audi, a ausência dos retrovisores faz com que o E-Tron Sportback alcance um coeficiente de arrasto de 0,25 – marca que impacta positivamente na eficiência e no consumo do carro.

O modelo já pode ser encomendado no Brasil ao preço de R$ 511.990 – R$ 20.000 mais barato que a versão de entrada do E-Tron SUV e R$ 60.000 a menos que a mais completa.

  • Ocorre que este é o preço de pré-venda, o que significa que poderão ocorrer reajustes em breve.

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

    Fernando Pires/Quatro Rodas
    Continua após a publicidade
    Publicidade