Clique e assine por apenas 8,90/mês

Novas tecnologias: como funcionam os retrovisores digitais do Audi e-tron

O sistema de câmeras do Audi e-tron que substitui os espelhos retrovisores traz benefícios não só para a visão dos motoristas

Por Joaquim Oliveira - Atualizado em 9 ago 2020, 11h27 - Publicado em 13 ago 2020, 07h00
Retrovisor externo por câmera é um opcional de R$ 13.000 Divulgação/Audi

Vários protótipos futuristas prometeram nos últimos anos, mas o Audi e-tron foi o primeiro automóvel de produção em série a ter retrovisores com projeção de imagens captadas por uma câmera, no lugar do convencional espelho.

Cada retrovisor integra uma pequena câmera com imagens capturadas que aparecem em telas OLED, instaladas nas extremidades do painel, nas fronteiras com as laterais das portas.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine com 64% de desconto.

Exibir as imagens com nitidez não é a única vantagem da tecnologia, porém. Os retrovisores podem aumentar a segurança a bordo, com diversos recursos que os adaptam às diferentes situações do trânsito ou da estrada.

E, além disso, ajudam a economizar energia. Os retrovisores do e-tron são bem menores que os tradicionais, reduzindo a largura externa do SUV em cerca de 15 centímetros, na comparação com os espelhos convencionais, como os de um Audi Q5, por exemplo.

Segundo Johann Wagner, engenheiro da Audi, isso representa um ganho de autonomia que chega a 5 km no e-tron.

Ponto cego

Mas nem tudo são flores. Quem está acostumado a olhar para os retrovisores convencionais sofre até se adaptar.

Não só porque olha e vê as câmeras suspensas do lado de fora, mas também pelo fato de que a projeção da imagem dentro do carro fica muito próxima ao motorista, especialmente a do lado do volante.

Nos estacionamentos, as câmeras não podem ser recolhidas e, apesar do ajuste da luminosidade, em algumas garagens mal iluminadas a imagem projetada fica escura.

Outro problema é que as imagens projetadas nas telas não dão noção de profundidade, algo muito importante na condução.

O sistema tem recursos que ampliam as possibilidades de visualização muito alémdos limites dos espelhos tradicionais

Audi E-Tron: a versão básica traz retrovisores convencionais como itens de série. O sistema de câmeras é oferecido como item opcional Divulgação/Audi

Continua após a publicidade

Térmico

Nos dias de chuva, uma resistência elétrica impede que as lentes fiquem embaçadas.

Amplitude

A imagem é mais ampla do que a de um espelho normal e muito nítida, mostrando mais do que existe na traseira.

Sensibilidade

Ponto de vista, campo de visão e tamanho das imagens podem ser modificados tocando-
-se diretamente na tela, com os dedos em pinça.

Oled

Assim como nas TVs, as telas usam OLEDs, ou seja, diodos orgânicos que emitem luz em resposta a uma corrente elétrica.

Resolução

As telas são de 7”, sendo a resolução da imagem de 1.200 x 800 pixels, e permitem ajuste de luminosidade.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Continua após a publicidade
Publicidade