Clique e assine por apenas 8,90/mês

Aston Martin dará um Vulcan para quem comprar triplex em Miami

Superesportivo britânico custa cerca de R$ 7 milhões e será o presente de quem adquirir a cobertura de 1.770 m² feita pela marca

Por Mateus Silveira - 19 out 2017, 19h47
Com apenas 24 produzidas pela marca, uma será para o proprietário do triplex Divulgação/Aston Martin

A Aston Martin se consagrou por seus belos esportivos de luxo, mas decidiu investir no ramo imobiliário criando o Aston Martin Residences.

Para instigar os interesses de milionários pelo novo complexo residencial, a britânica irá presentear o comprador da cobertura com o superesportivo Vulcan.

Essa unidade exclusiva será, na verdade, um triplex. E, por ser a cobertura, só há um à venda. O imóvel está avaliado em 50 milhões de dólares (R$ 158 milhões) e tem 1.770 m² de área.

Do lado de fora, o edifício contará com uma marina exclusiva para os iates dos moradores. Na garagem, um mimo da Aston Martin: o superesportivo Vulcan.

Continua após a publicidade
O Vulcan não tem permissão para rodar nas ruas, pois não foi homologado para uso fora de circuitos fechados Divulgação/Aston Martin

Revelado em 2015, o Vulcan foi feito exclusivamente para rodar nas pistas e teve apenas 24 unidades produzidas. Só o carro custa US$ 2,3 milhões (R$ 7.291 milhões). O motor é o 7.0 V12 de 800 cv e transmissão sequencial de seis marchas.

Mas voltando ao empreendimento da Aston Martin, em Miami: as residências serão criadas pelos designers da própria montadora em parceria com a incorporadora G and G business. Se sair tão bom como os carros, os futuros proprietários não vão ter do que reclamar.

Previsto para 2022, o complexo está sendo comercializado pela BRG International. “Cerca de 20% dos apartamentos já foram vendidos. Desse total, 40% para brasileiros”, afirma Matias Alem, fundador da empresa.

Publicidade