Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

ACC do VW Taos freia e acelera em congestionamentos – e o do Nivus não

Ao contrário do Nivus, o ACC do Taos será como o de Jetta e Tiguan: capaz de parar completamente o veículo e retomar viagem sem intervenção humana

Por Eduardo Passos Atualizado em 8 nov 2020, 23h31 - Publicado em 7 nov 2020, 07h36
SUV médio, VW Taos só chega ao Brasil no segundo trimestre de 2021 Divulgação/Volkswagen

Previsto para começar a ser vendido no Brasil no segundo trimestre de 2021, o Volkswagen Taos começa a demonstrar o que fará para encontrar seu espaço dentro da linha da própria fabricante e também no mercado.

Começa pelo piloto automático adaptativo. O item, ainda indisponível em Polo, Virtus e T-Cross, se tornou mais popular com o Nivus. O SUV médio também terá o sistema em grande parte de sua gama de versões, mas será uma versão do mais eficiente.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine por apenas R$ 5.90

Batizado pela VW de Adaptive Cruise Control, o piloto automático adaptativo é uma evolução do ‘cruise control’ já consagrado, que simplesmente mantém a velocidade definida pelo motorista e é desligado ao pisar no freio ou acelerador.

Divulgação/Volkswagen

No caso do Nivus, o motorista também pode definir a distância que deverá ser mantida do carro da frente quando com o sistema acionado. Assim, caso haja um veículo mais lento, o SUV diminui sua velocidade e retoma quando a faixa de rolagem estiver livre.

Quando o Front Assist detecta tráfego lento, o ACC diminui a velocidade ‘setada’ e foca em manter distância segura, definida pelo motorista Divulgação/Volkswagen

Contudo, deixa de funcionar abaixo dos 20 km/h, quando emite um alerta obrigando o motorista a assumir o controle. Se não o fizer, porém, a frenagem autônoma de emergência será capaz de parar o carro para evitar uma colisão.

A grande mudança do Taos está em acompanhar o carro até a parada completa e ainda ser capaz de retomar a velocidade. O SUV médio será capaz de frear totalmente em um engarrafamento, por exemplo, e acelerar sozinho à medida que o trânsito fluir.

Com pista livre, o carro retoma a velocidade configurada. No caso do Taos, não há limite mínimo para o sistema funcionar Divulgação/Quatro Rodas
Continua após a publicidade

O sistema do Taos, entretanto, não deve ser confundido com o Traffic Jam Chauffeur da Peugeot, por exemplo. O mecanismo da francesa atinge grau 3 de autonomia e pode dispensar direção do motorista, seguindo automaticamente faixas e alterando com mais autonomia a velocidade de rolagem.

Mais autônomo, o Chaffeur da Peugeot analisa diversos elementos externos para conduzir o carro em condições específicas Divulgação/Peugeot

Além do que se vê

O piloto automático adaptativo depende de radares (que nos VW costumam ficar por trás do logotipo dianteiro) para obter informações para o carro manter distância segura — e escolhida pelo motorista — em relação ao companheiro de estrada.

A Volkswagen ressalta que “a responsabilidade das tomadas de decisões ao volante são únicas e exclusivas do motorista, que deve manter 100% da atenção na via durante toda a viagem”.

Isso ocorre porque tanto o Nivus quanto o Taos são veículos com grau de automação 1, segundo a Sociedade de Engenheiros Automotivos (SAE International). Por esse padrão, os carros desse nível de automação exigem supervisão constante do motorista, já que são capazes de realizar apenas uma tarefa de condução, como o ACC, ao mesmo tempo.

Novo Taos

Apresentado no mês passado, Taos é mais um SUV da Volkswagen. Será importado da Argentina para ser um meio-termo entre os bem vendidos T-Cross e Tiguan All Space.

Com motor 1.4 TSI de 150 cv, o utilitário contará com outros dispositivos de segurança que incluem também detecção de pedestre via radar, faróis full-led com projeção anti-ofuscamento e sensor de tráfego traseiro.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Arte/Quatro Rodas
Continua após a publicidade

Publicidade