Clique e assine com até 75% de desconto

Melhor Compra 2020: aventureiros e SUVs até R$ 80.000

As indicações de QUATRO RODAS nas categorias aventureiros e SUVs novos até R$ 80.000

Por Redação Atualizado em 22 ago 2020, 21h06 - Publicado em 22 ago 2020, 08h00
Divulgação/Hyundai

Todos os anos, QUATRO RODAS seleciona as melhores compras de cada segmento para você levar para casa o carro ideal. É o Melhor Compra.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine com 64% de desconto.

A seguir, os melhores carros aventureiros e os melhores SUVs novos até R$ 80.000 do Brasil. Consideramos custos de peças, seguro e revisões.

Carros aventureiros

1- Ford Ka Freestyle 1.5 AT – R$ 68.490

Ele perdeu os airbags de cortina e a central multimídia Sync-3, mas se mantém como o mais equilibrado dos aventureiros.

O motor 1.5 de três cilindros e 136/128 cv (etanol/gasolina) trabalha em conjunto com o câmbio automático de seis velocidades para ir de 0 a 100 km/h em 11,9 segundos com médias de consumo de 11,6 km/l na cidade e 15,2 km/l na estrada.

Tem o melhor comportamento dinâmico do segmento, auxiliado pelo controle de estabilidade. Acomoda bem quatro adultos e agrada pelo porta-malas de 300 litros.

Um de seus pontos mais fracos continua sendo o acabamento interno, com materiais de baixa qualidade e arremates malfeitos.

Bolsa de Valores

  • Desvalorização: -20,4%
  • Seguro: R$ 1.203
  • Rede: 322
  • Equipamentos: AR, DIR, VID, EST, AUT, ESP

Peças

  • Amortecedores dianteiros: R$ 755
  • Pastilhas de freio: R$ 374
  • Kit de embreagem: –
  • Farol esquerdo: R$ 589
  • Para-choque dianteiro: R$ 701
  • Retrovisor esquerdo: R$ 621
  • Total: R$ 3.020

Revisões

  • 10.000 km: R$ 449
  • 20.000 km: R$ 549
  • 30.000 km: R$ 449
  • 40.000 km: R$ 799
  • 50.000 km: R$ 499
  • 60.000 km: R$ 599
  • Total: R$ 3.344

2- Fiat Argo Trekking 1.3 Flex – R$ 62.790

Seu maior trunfo é o motor 1.3 flex de 109/101 cv (etanol/gasolina), que o leva de 0 a 100 km/h em 13,3 segundos com médias de 13 km/l na cidade e 14,8 km/l na estrada.

Tudo isso com pneus de uso misto, suspensão 4 cm mais alta, central Uconnect de 7 polegadas, trio elétrico, faróis de neblina e direção elétrica.

Bolsa de Valores

  • Desvalorização: -10,3%
  • Seguro: R$ 982
  • Rede: 600
  • Equipamentos: AR, DIR, VID, EST, MUL

Peças

  • Amortecedores dianteiros: R$ 1.145
  • Pastilhas de freio: 232
  • Kit de embreagem: 1.294
  • Farol esquerdo: R$ 1.495
  • Para-choque dianteiro: R$ 1.860
  • Retrovisor esquerdo: R$ 1.034
  • Total: R$ 7.060

Revisões

  • 10.000 km: R$ 308
  • 20.000 km: R$ 551
  • 30.000 km: R$ 480
  • 40.000 km: R$ 1.200
  • 50.000 km: R$ 496
  • 60.000 km: R$ 684
  • Total: R$ 3.719

3- Honda WR-V EX CVT – R$ 86.900

O WR-V é caro: seu preço começa em R$ 79.400

Nunca foi exatamente um sucesso de vendas, mas reúne as inegáveis qualidades do Fit e uma dirigibilidade superior, que absorve melhor as irregularidades do piso sem comprometer a estabilidade.

Conta com motor 1.5 de 115/116 cv (gasolina/etanol), câmbio CVT, quatro airbags e central de 7 polegadas com Apple CarPlay e Android Auto.

Bolsa de Valores

  • Desvalorização: -9,3%
  • Seguro: R$ 1.275
  • Rede: 219
  • Equipamentos: AR, DIR, VID, EST, AUT, MUL

Peças

  • Amortecedores dianteiros: R$ 1.058
  • Pastilhas de freio: 560
  • Kit de embreagem: –
  • Farol esquerdo: R$ 1.257
  • Para-choque dianteiro: R$ 1.158
  • Retrovisor esquerdo: R$ 567
  • Total: R$ 4.600

Revisões

  • 10.000 km: R$ 347
  • 20.000 km: R$ 522
  • 30.000 km: R$ 578
  • 40.000 km: R$ 1.795
  • 50.000 km: R$ 578
  • 60.000 km: R$ 1.050
  • Total: R$ 4.870

SUVs novos até R$ 80.000

1- Hyundai Creta 1.6 Attitude – R$ 75.990

Continua após a publicidade

O Hyundai Creta se vale de uma carroceria robusta e do espaço superior na cabine em relação aos principais concorrentes do segmento – entre os finalistas da categoria, só perde nesse quesito para o Duster – para alavancar essa primeira posição.

Além disso, o Creta  também se sobressai no nível de conforto e no acabamento superior em comparação com boa parte dos demais utilitários compactos do mercado.

Outra grande vantagem do Hyundai é o seu custo de manutenção. O total das seis primeiras revisões obrigatórias cobra pouco mais de R$ 3.000.

Divulgação/Hyundai

É o valor mais baixo não só em relação aos concorrentes que compartilham o pódio nesta categoria do Melhor Compra como também é um dos menores no segmento de SUVs de entrada. E certamente o que sustenta a liderança de um veículo que pena com desvalorização alta e cesta de peças com valores mais elevados do segmento.

Esta versão do Creta é a de entrada, com motor 1.6, câmbio manual e preço competitivo. Sai com o básico ar-condicionado, direção elétrica, vidros, travas e retrovisores com acionamento elétrico, chave tipo canivete com telecomando das portas, sistema start-stop do motor e computador de bordo.

Deve os atualmente básicos controles de estabilidade e tração e uma central multimídia, porém, como dito, compensa isso com seu porte e conforto.

Bolsa de Valores

  • Desvalorização: -19,6%
  • Seguro: R$ 1.610
  • Rede: 211
  • Equipamentos: AR, DIR, VID

Peças

  • Amortecedores dianteiros: R$ 1.610
  • Pastilhas de freio: R$ 504
  • Kit de embreagem: R$ 1.774
  • Farol esquerdo: R$ 2.240
  • Para-choque dianteiro: R$ 217
  • Retrovisor esquerdo: R$ 895
  • Total: R$ 7.240

Revisões

  • 10.000 km: R$ 227
  • 20.000 km: R$ 556
  • 30.000 km: R$ 473
  • 40.000 km: R$ 708
  • 50.000 km: R$ 445
  • 60.000 km: R$ 610
  • Total: R$ 3.019

2- Ford Ecosport SE 1.5 – R$ 77.996

O Eco subiu um degrau no pódio em relação ao Melhor Compra de 2019, quando ficou em terceiro lugar. Tem a tradicional cesta de peças da marca mais competitiva do segmento, o que acaba por contribuir com o seguro mais baixo entre os finalistas.

Esta derivação SE, porém, é a mais cara do trio. Mas tem equipamentos como controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, central multimídia com tela de 7 polegadas e conectividade com smartphones, rodas de liga leve aro 15, além de ar, direção elétrica, trio e chave tipo canivete.

O motor 1.5 Dragon rende muito bem no Ecosport, todavia é um dos SUVs mais apertados da categoria.

Bolsa de Valores

  • Desvalorização: -16,3%
  • Seguro: R$ 1.221
  • Rede: 322
  • Equipamentos: AR, DIR, VID, ESP, MUL

Peças

  • Amortecedores dianteiros: R$ 1.002
  • Pastilhas de freio: R$ 594
  • Kit de embreagem: R$ 541
  • Farol esquerdo: R$ 814
  • Para-choque dianteiro: R$ 969
  • Retrovisor esquerdo: R$ 744
  • Total: R$ 4.664

Revisões

  • 10.000 km: R$ 569
  • 20.000 km: R$ 779
  • 30.000 km: R$ 569
  • 40.000 km: R$ 1.219
  • 50.000 km: R$ 699
  • 60.000 km: R$ 989
  • Total: R$ 4.842

3- Renault Duster Zen 1.6 – R$ 74.690

Reprodução/Renault

A profunda remodelação pela qual passou em março deste ano não foi o suficiente para garantir o bicampeonato ao Renault.

Justiça seja feita, o SUV ficou mais confortável, melhorou o acerto de suspensão, tem bancos que acomodam melhor motorista e carona e deu uma caprichada no sempre criticado acabamento interno. Além disso, mantém espaço de sobra para cinco ocupantes.

Aqui, um dos problemas é o desempenho. O motor 1.6 SCe é fraco para o porte do jipão. A manutenção na rede tem custo mediano, só que o seguro é o mais caro entre os três indicados para a fase final.

Este Duster inicial vem com o básico, mas tem controles de estabilidade e tração e assistente de partida em rampas – merecia uma central multimídia.

Bolsa de Valores

  • Desvalorização: –
  • Seguro: R$ 2.485
  • Rede: 295
  • Equipamentos: AR, DIR, VID, ESP

Peças

  • Amortecedores dianteiros: R$ 600
  • Pastilhas de freio: R$ 109
  • Kit de embreagem: R$ 420
  • Farol esquerdo: R$ 1.100
  • Para-choque dianteiro: R$ 700
  • Retrovisor esquerdo: R$ 400
  • Total: R$ 3.329

Revisões

  • 10.000 km: R$ 459
  • 20.000 km: R$ 513
  • 30.000 km: R$ 513
  • 40.000 km: R$ 897
  • 50.000 km: R$ 568
  • 60.000 km: R$ 568
  • Total: R$ 3.518

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Continua após a publicidade
Publicidade