Melhor Compra 2019: utilitários novos – vans e furgões

As indicações de QUATRO RODAS na categoria utilitários novos: vans até e acima de 12 lugares; furgões até e acima de 1.000 kg

 (Arte/Quatro Rodas)

Todos os anos, QUATRO RODAS seleciona as melhores compras de cada segmento para você levar para casa o carro ideal. É o Melhor Compra.

A seguir, as melhores vans e furgões novos. Eles estão separados em categorias: vans até 12 lugares; vans acima de 12 luagares; furgões até 1.000 kg; furgões acima de 1.000 kg. Consideramos custos de peças, seguro e revisões:

Vans até 12 lugares

1 – Citroën Jumpy Minibus 10+1 – R$ 122.100

 (Acervo/Quatro Rodas)

Com o fim do Mercedes Vito e JAC T8, a categoria passou a contemplar vans até 12 lugares, em vez de 10. Melhor para a Jumpy (1.6 turbodiesel de 115 cv e 30 mkgf), que leva 10 passageiros (mais motorista).

Com chassi monobloco, custa bem menos que o Sprinter e tem manutenção mais barata e menor desvalorização.

2 – Peugeot Expert Minibus 10+1 – R$ 122.100

 (Acervo/Quatro Rodas)

Assim como ocorre nas versões furgão, a Expert é idêntica à Jumpy. A ideia da PSA ao vender a dupla é não ficar de fora das cidades que só tenham autorizada de uma das marcas.

Possui a mesma capacidade, equipamentos e custos, mas fica em segundo apenas pela desvalorização um pouco maior.

3 – Mercedes Sprinter 415 CDI 9+1 – R$ 173.694

 (Acervo/Quatro Rodas)

Ao contrário dos rivais, a Sprinter traz chassi separado da carroceria, que lhe confere maior robustez. Também tem um forte motor 2.2 turbodiesel (146 cv/33,7 mkgf) com peças baratas e boa reputação entre os mecânicos.

Esta versão 9+1 é voltada ao transporte de executivos, com bancos mais confortáveis.

Vans acima de 12 lugares

1 – Mercedes Sprinter Van 415 17+1 2.2 TD – R$ 166.728

 (Acervo/Quatro Rodas)

A Sprinter repete a vitória do ano passado principalmente por sua capacidade para 17 passageiros (mais motorista) e pela mecânica robusta e confiável, que ajuda a manter em alta seu valor de revenda.

Mas a manutenção e as peças são mais caras que as do concorrente da Renault, que ficou em segundo.

2 – Fiat Ducato Minibus Comfort 2.3 TD – R$ 158.790

 (Acervo/Quatro Rodas)

Toda renovada em 2018, a Ducato ficou mais espaçosa e confortável, além de mais econômica por ganhar a sexta marcha.

Leva até 15 passageiros (mais motorista), se igualando à Master, mas com o preço mais baixo entre os finalistas. Não venceu por ter as revisões mais caras e apresentar maior desvalorização.

3 – Renault Master Minibus L3H2 2.3 TD – R$ 195.150

 (Acervo/Quatro Rodas)

Queridinha de frotistas e mecânicos, a Master tem fama de robusta e possui as revisões e peças mais baratas entre os finalistas.

Perde da Sprinter por levar dois passageiros a menos (15+1) e ser bem mais cara. Mas seu conjunto de qualidades, somado às boas vendas, a fazem ter a menor desvalorização do segmento. 

Furgões até 1.000 kg

1 – Fiat Fiorino – R$ 63.490

 (Acervo/Quatro Rodas)

A Fiorino continua sendo a melhor aposta do grupo, apesar da menor capacidade de carga diante dos franceses: 650 kg contra 800 kg.

Tem o menor preço, ampla rede autorizada e motor 1.4 Fire (88 cv/12,5 mkgf) com manutenção simples e barata, além de mais econômico que o 1.6 dos rivais. 

2 – Citroën Berlingo – R$ 66.190

 (Acervo/Quatro Rodas)

O modelo voltou a ser vendido no Brasil, trazendo as mesmas novidades que já estavam no irmão Partner, como painel digital com indicador de mudança de marcha e o motor 1.6 de 122 cv e 16 mkgf.

Preço de compra e manutenção são os mesmos do Peugeot, mas o Citroën tem menor desvalorização.

3 – Renault Master Furgão L1H1 2.3 TD – R$ 66.190

 (Acervo/Quatro Rodas)

Com a despedida do Kangoo do país, a dupla Partner/Berlingo passa a ser a única opção à Fiorino.

O modelo da Peugeot havia sido atualizado no ano passado e não traz novidades, além de ganhar a concorrência fraterna do Berlingo. Tem rede pequena, consumo elevado e peças nem sempre fáceis de achar.

Furgões acima de 1.000 kg

1 – Citroën Jumpy 1.6 TD – R$ 95.390

 (Acervo/Quatro Rodas)

Campeão em 2018, a Jumpy repete a dose ao manter seu ótimo custo/benefício. Leva 1.500 kg de carga e tem motor 1.6 turbodiesel (115 cv/30 mkgf), que se destaca pela força e economia.

No pós-venda, a Citroën promete revisão no mesmo dia e oito anos de assistência 24 horas em caso de pane ou acidente.

2 – Peugeot Expert 1.6 TD – R$ 95.390

 (Acervo/Quatro Rodas)

Fique à vontade para inverter o resultado caso sua cidade tenha autorizada da Peugeot e não da Citroën.

Isso porque a Expert é a Jumpy com outro logotipo, trazendo os mesmos atributos mecânicos, preço  e custo de manutenção. Então por que ficou em segundo? Porque sua desvalorização é um pouco maior.    

3 – Renault Master Furgão L1H1 2.3 TD – R$ 138.179

 (Acervo/Quatro Rodas)

Mais vendida do segmento desde 2014, a Master diferencia-se da Jumpy pela construção de carroceria sobre chassi, mais robustez e com maior capacidade (1.593 kg).

Com motor 2.3 turbodiesel de 130 cv, tem a manutenção e as peças mais baratas da categoria, além de excelente fama entre os mecânicos. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s