Guia de usados: Volkswagen CrossFox

O longevo aventureiro urbano ainda é uma ótima opção para quem procura um automóvel compacto, espaçoso e muito ágil

 

No facelift de 2010, perdeu quebra-mato e faróis de milha (Marco de Bari/Quatro Rodas)

Idealizado como carro-conceito, o CrossFox foi uma das maiores atrações do Salão do Automóvel de 2004. A versão aventureira do Fox conquistou o público com uma suspensão 31 mm mais alta, rodas de 15 polegadas, pneus 206/60, faróis de milha, faróis de neblina, quebra-mato, estribos, barras no teto e o polêmico estepe pendurado na traseira.

A moda dos aventureiros de mentira ainda estava em alta. E o CrossFox foi um sucesso.

 Os modelos mais valorizados são os produzidos a partir de 2010, quando ele recebeu uma bela reestilização, que aboliu faróis de milha e quebra-mato. Os para-choques passaram a vir pintados na cor da carroceria e os espelhos receberam repetidores dos piscas, o motor ainda era o bom e velho 1.6 8V de 103/101 cv e o câmbio, um manual de cinco marchas.

Antes preso à esquerda, estepe passou a ser fixo num apoio central (Marco de Bari/Quatro Rodas)

Estribos e barras no teto também eram revistos, mas a melhor novidade estava presente no interior, com materiais de melhor qualidade. Ganhava porta-luvas pela primeira vez e o conta-giros era do tamanho do velocímetro. Computador de bordo era de série.

Entre os opcionais,volante multifuncional, sensores de ré, de faróis e de chuva e teto solar. O câmbio automatizado I-Motion foi oferecido a partir do modelo 2013. A linha 2014 trouxe as luzes de freio intermitentes ESS (Emergency Stop Signal) e modo de condução ECO Comfort. 

As principais evoluções mecânicas vieram no modelo 2015: o 1.6 16V MSI de 120/110 cv e o câmbio manual de seis marchas. O conjunto agrada pelo torque em baixas rotações e engates suaves.

Eram opcionais, o câmbio I-Motion, ESP com função off-road, assistente de partida em rampas, GPS no painel, faróis auxiliares com tripla função, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro e rodas aro 16.

Motor 1.6 8V de 103/101 cv (Marco de Bari/Quatro Rodas)

 Os Crossfox menos valorizados são justamente os da primeira fornada, de 2005 a 2009, estigmatizados pelo aspecto pobre dos para-choques e interior repleto de plásticos duros de baixa qualidade.

Pecam também pelos escassos itens de série, como direção hidráulica e limpador/lavador/desembaçador do vidro traseiro. 

Fique atento: preços camaradas podem mascarar a falta de itens importantes como ar-condicionado, trio elétrico, alarme, sistema de som, freios ABS e airbags frontais.

Onde o bicho pega

Coxim de motor e câmbio – A necessidade de substituição vem com a ressonância e a vibração na cabine em baixa rotação (em especial em marcha a ré) e a dificuldade no engate de marcha. A troca do conjunto completo custa em torno de R$ 900.

Suspensão dianteira – Suas buchas são tão superdimensionadas que muitos mecânicos as usam no Fox comum. Boa parte dos ruídos costuma ser eliminada com o simples reaperto do subchassi.

Infiltração de água – É comum em carros castigados, por causa de  trincas no assoalho. Cheiro de mofo é o principal indício de danos à estrutura do monobloco.

Câmbio I-Motion – Na versão automatizada, cheque se há retenções desnecessárias ou trancos. Em último caso será preciso reprogramar o sistema, o que só deve ser feito por profissionais especializados.

Recalls – Dos três, o primeiro é em carros fabricados em 2014 por defeito no airbag, o que pode causar falhas em uma colisão ou abertura involuntária. Na linha 2015, o volante multifuncional apresenta dimensões fora da especificação original e pode se soltar.

Nas unidades produzidas de março de 2016 a janeiro de 2017, problemas no alternador podem provocar panes e até o desligamento do motor.

A voz do dono

  • Nome: Rogério de Freitas
  • Idade: 54 anos 
  • Profissão: engenheiro mecânico 
  • Cidade: Santo André (SP)

O que eu adoro – Espaçoso e versátil, tem grande capacidade de carga. Acabamento é simples, porém de qualidade. Tem motor 1.6 ágil e confiável: 100.000 km em dez anos e só precisei fazer as manutenções preventivas.

O que eu odeio – O consumo é exagerado: média de 5 km/l com etanol e 8 km/l com gasolina. O problema é agravado pela capacidade do tanque: 50 litros rendem uma autonomia
muito baixa.

Nós dissemos

 (Reprodução/Quatro Rodas)

dezembro de 2009 – “Apesar da carroceria alta, o Fox é bem seguro: administrando o acelerador, ele ficou sob controle mesmo submetido a repetidos desvios bruscos de trajetória, a 65 km/h. Em curvas longas, a carroceria até inclina, mas a suspensão firme mantém o carro na mão do motorista, com leve tendência a escapar de frente.” 

PREÇO MÉDIO DOS USADOS (FIPE)

MODELO 2011 2012 2013 2014 2015 2016
1.6 8V 31.167 33.209 35.418 40.268 49.927
1.6 8V I-Motion 35.680 41.462 50.450
1.6 16V 50.451 54.165
1.6 16V Imotion 50.451 54.165

Preço das peças

PEÇAS ORIGINAL PARALELO
Para-choque (dianteiro) 1.738 920
Farol completo (cada um) 743 850
Pastilha de freio (par dianteiro) 186 230
Disco de freio (par dianteiro) 760 260
Amortecedores (jogo) 1.030 1.400

Pense também em um…

Fiat Idea (Acervo/Quatro Rodas)

Fiat Ideia Adventure:

Ele oferece a mesma sensação de amplo espaço interno, com bancos elevados e grande distância até o teto. Um de seus destaques é o diferencial E-Locker, que melhora a capacidade de tração em pisos de baixa aderência.

Também há opção de câmbio automatizado Dualogic e um porta-malas maior, com 380 litros.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s