Assine QUATRO RODAS por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Seis carros até R$ 30.000 para comprar em 2024

Separamos seis opções de carros usados, que mesmo com o passar dos anos continuam bons, bonitos e custam até R$ 30.000

Por João Vitor Ferreira
Atualizado em 11 Maio 2024, 18h09 - Publicado em 27 dez 2023, 18h16

Comprar um carro zero pode ser o sonho de muitos, mas é a realidade de poucos. Até quem busca as alternativas mais baratas do mercado, pode não encontrar o que procura, seja por ser um modelo básico ou então pelos altos preços praticados atualmente.

A solução é recorrer aos usados, que ainda são muito buscados pelos consumidores brasileiros. Separamos aqui seis opções que trazem aquilo tudo que alguém procura em um carro: bom, bonito — na maioria dos casos — e barato.

Chevrolet Corsa – a partir de R$ 18.000

Chevrolet Corsa
Unidades dos últimos anos têm barra cromada na grade (Divulgação/Chevrolet)

O Corsa hatch de segunda geração foi um daqueles carros com soluções que foram além da expectativa do público: maior que seu antecessor, oferece bom espaço a quatro adultos, que desfrutam de um rodar macio e confortável, mérito em parte do subchassi dianteiro. Ainda tinha soluções refinadas, como o acendimento gradual e o acionamento automático do limpador traseiro.

 

Nos primeiros anos de produção, brigava com hatches premium e populares. Por isso, não havia diferenciação por versões: ou você levava o hatch com o forte e beberrão motor 1.8 ou contentava-se com o fraco 1.0 VHC, inadequado para o peso do carro. Só na linha 2008, estreou o motor 1.4 Econo.Flex, vindo do Prisma.

Chevrolet Corsa
(Divulgação/Chevrolet)

Barato, econômico e fácil de manter, o Corsa ainda tem boa procura entre os usados, dizem os lojistas. E, na hora da oficina, pesquise bem o preço das peças. As revendas até podem ter peças em pronta-entrega, mas a variação de preço é grande. Os preços do hatch começam em cerca de R$ 18.000 e podem chegar aos R$ 30.000. Confira o guia completo para comprar um Chevrolet Corsa usado.

Volkswagen Gol G5 – a partir de R$ 25.000

gol
(Christian Castanho/Quatro Rodas)

A própria história do Volkswagen Gol já fala por si só. Líder de vendas por 27 anos consecutivos, o hatch não precisa se provar e já virou sinônimo de carro confiável. E apesar da quinta geração ter tido alguns tropeços, é possível encontrá-la com preços acessíveis e em boas condições

Continua após a publicidade

Ele pode ser encontrado com duas motorizações: 1.0 de até 76 cv ou o 1.6 de até 104 cv, quase sempre com câmbio manual de cinco marchas. Versões mais caras com o motor 1.6 tiveram o câmbio automatizado I-Motion de cinco marchas como opcional.

VW Gol G5

Como era de se esperar de um carro lançado em 2008, não havia muito requinte. Ele trazia trazia só a regulagem de altura para o banco do motorista e os cintos, para-choques pintados, faróis monoparábola e roda de aro 13 com calota. Mas apesar de ser rústico, seus painéis e peças de plástico tinham bons encaixes e o acabamento era bem feito.

VW Gol G5
Interior do Gol 1.0 Total Flex modelo 2010 da Vokswagem, durante teste comparativo da revista Quatro Rodas. (Christian Castanho/Quatro Rodas)

No topo da linha você já encontrava direção hidráulica, roda aro 15 com calota, faróis de neblina, frisos laterais, detalhes cromados e kit visibilidade (limpador/desembaçador traseiro). Se der sorte, pode encontrar um modelo com ABS, airbags dianteiros, rodas de liga leve, vidros e travas elétricas e rádio bluetooth.

Falando em preço, você vai encontrar uma grande variedade de valores graças às suas várias versões e anos-modelo. Os mais baratos são os 1.0 lançados em 2008, com preço médio de R$ 24.591. Já a versão mais cara é a Rallye, que ficou à venda entre 2011 e 2012 e custa cerca R$ 36.000. Confira o guia de compras completo do VW Gol G5

Continua após a publicidade

Chevrolet Celta – a partir de R$ 25.000

Celta LS
Celta teve duas reestilizações antes de se aposentar (Marco de Bari/Quatro Rodas)

Queridinho das auto-escolas, o Chevrolet Celta marcou a geração que aprendeu a dirigir por volta de 2010. E mesmo tendo saído de linha há oito anos, ainda é possível vê-lo fazendo balizas em ruas pouco movimentadas com um instrutor no banco do carona. O Celta sempre foi famoso pela sua durabilidade e pelo acabamento não tão bom. Mas se você está procurando um carro usado nessa faixa de preço, não deve esperar algo muito sofisticado.

Celta
Interior do Celta LS modelo 2011 da Chevrolet, durante teste comparativo da Revista Quatro Rodas. (Marco de Bari/Quatro Rodas)

As versões mais recentes, lançadas entre 2011 e 2015, tinham exclusivamente o motor VHCE 1.0 flex de 78 cv, sempre com câmbio automático de cinco marchas. Mesmo com alguns problemas crônicos nesse motor, você não terá dificuldades se precisar ir ao mecânico, afinal, o custo de manutenção é baixo e as peças podem ser encontradas com facilidade.

O preço de compra também não será tão alto, já que você pode encontrá-lo no mercado com valores entre os R$ 25.580 e R$ 32.936, segundo levantamento da KBB. Confira o guia de compras completo do Chevrolet Celta

Volkswagen Up! – a partir de R$ 26.000

Up
(Divulgação/Volkswagen)

O Up! chegou no Brasil com o status de ter sido muito bem avaliado nos testes do Latin NCAP, tirando cinco estrelas para proteção de adultos e quatro de crianças na época. Mesmo assim, não caiu no gosto do público.

Isso mudou quando a Volkswagen deu a ele a opção com motor 1.0 turbo TSI que rendia até 105 cv e entregava 16,8 kgfm logo aos 1.500 rpm. A outra opção era o 1.0 aspirado que rendia 82 cv, quando abastecido com etanol. Os dois tinham um bom consumo, com médias urbanas de 14,5 para o turbo e 14,2 para o aspirado em nossos testes.

Continua após a publicidade
up
(Divulgação/Volkswagen)

Outro ponto positivo eram os equipamentos. Em versões topo de linha, o Up! tinha itens como ar-condicionado, direção elétrica, chave canivete, computador de bordo, vidros, travas e até retrovisores elétricos. O que pode te atrapalhar é o espaço interno, que não é dos melhores, tanto é que no fim da sua vida o compacto passou a ser homologado para apenas três passageiros.

Com uma grande variedade de opções, é possível encontrar o compacto com versões de duas ou quatro portas e com preços bem acessíveis. O preço do Up! varia entre R$ 26.165 e R$ 52.491. Confira o guia completo do Volkswagen Up! usado.

Fiat Uno – a partir de R$ 27.000

Fiat Uno
Fiat Uno (Fiat/Divulgação)

Assim como o Gol, o Fiat Uno é um carro que atravessa gerações. Mas aqui vamos falar da sua última geração, lançada em 2010. Inicialmente, tinha os motores flex 1.0 e 1.4 Fire Evo, de até 77 cv e 88 cv, respectivamente.

Posteriormente ganhou os 1.0 e 1.3 Firefly. O 1.0 manteve a mesma potência do antecessor, mas houve um ganho significativo do 1.4 para o 1.3, que rendia até 109 cv. Mas o melhor mesmo era o consumo dos dois, que tinham boas médias muito semelhantes. Os dois chegaram aos 17 km/l na estrada e no rodoviário o 1.0 fez 13,7 km/l, enquanto o 1.3 marcou 13 km/l em nossos testes. 

Fiat UNO
Painel do Uno Evolution 1.4, modelo 2015, da Fiat, automóvel testato pela Revista Quatro Rodas. (Marco de Bari/Quatro Rodas)

O Uno pecava no acabamento. Os donos reclamam muito da baixa qualidade dos materiais, principalmente os de plástico, como as maçanetas que quebravam com facilidade. Por conta disso, o ruído interno era alto, o que gerava desconforto.

Continua após a publicidade

Mesmo assim, a manutenção barata e o bom preço de revenda tornam o Uno um carro muito indicado até hoje. E para quem gosta, é possível encontrá-lo em diversas edições especiais, lançadas para tentar atrair mais consumidores. Seu preço no mercado de usados, segundo a KBB, pode variar entre R$ 26.733 e R$ 43.848. Confira o guia de compras completo do Fiat Uno usado.

Fiat Palio – a partir dos R$ 30.000

Fiat Palio

Se você gosta da Fiat, mas o Uno não te agrada, o Palio é a melhor opção, principalmente se você procura por um carro mais espaçoso. O hatch cresceu com o tempo e na sua última geração, tinha 10 cm a mais para as pernas nos bancos traseiros e um porta-malas de 280 litros.

Fiat Palio 1.0

O conforto também está presente na direção, que ainda assim tem boa dirigibilidade graças à suspensão mais firme. Os motores 1.0 e 1.4 Evo de 75 cv e 88 cv, respectivamente, são boas opções para quem quer um carro mais econômico. Mas se prefere algo mais potente, há também o 1.6  1.6 16V E.torQ de 117 cv, exclusivo das versões Essence e Sporting. Esse último ainda pode ser encontrado com câmbio automático Dualogic.

Continua após a publicidade

Os modelos produzidos a partir de 2013 já vem com airbags frontais e freios ABS. Bem equipado, o Palio trazia de fábrica direção hidráulica e computador de bordo. Nas versões topos de linha, ele ganhava ainda ar-condicionado, ajustes de altura para os bancos dianteiros e rodas de liga leve. Com mais atrativos, o Palio custa um pouco mais que o seu irmão Uno, mas não muito. É possível encontrá-lo com preços entre R$ 31.880 e R$ 54.431, segundo a KBB. Confira o guia completo do Fiat Palio usado.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.