Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Nunca se vendeu tantos carros elétricos e híbridos no Brasil

Participação no mercado brasileiro já chega a 1,6% no ano, próxima de modelos abastecidos apenas a gasolina

Por Guilherme Fontana Atualizado em 8 set 2021, 11h29 - Publicado em 8 set 2021, 11h05
Toyota Corolla Cross XRX Hybrid flex 2022
Toyota Corolla Cross é, certamente, um dos responsáveis pelo aumento nas vendas de híbridos Fernando Pires/Quatro Rodas

Mesmo com queda nas vendas gerais de veículos leves, o último mês de agosto representou o melhor período para os carros eletrificados no Brasil. De acordo com a Anfavea, foram registradas 3.873 unidades de híbridos e elétricos. O resultado reflete o aumento da oferta de modelos do tipo no mercado.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90

Segundo a associação, foram 3.639 unidades de modelos híbridos, contra 234 elétricos. Mais do que agosto, o ano de 2021 já mostra números superiores para o segmento em relação a todo o ano de 2020. No acumulado, até o último mês, foram 21.397 unidades vendidas, contra 19.745 entre janeiro e dezembro do ano passado.

As vendas mostram uma constante crescente em 2021, com apenas 1.321 unidades em janeiro, abaixo da média de 2020. A evolução constante, porém, fez com que os resultados se superassem. Veja a tabela abaixo:

Mês Unidades
Janeiro/21 1.321
Fevereiro/21 1.389
Março/21 1.872
Abril/21 2.708
Maio/21 3.102
Junho/21 3.507
Julho/21 3.625
Agosto/21 3.873

A participação de modelos eletrificados, com 1,6% das vendas no ano, já se aproxima dos abastecidos apenas a gasolina, que representam 2,8% do mercado. O crescimento se deve, principalmente, ao aumento na oferta de modelos com essa tecnologia.

Renault Zoe azul célon
Renault Zoe chegou renovado ao Brasil em 2021 Divulgação/Renault

 

Continua após a publicidade
  • Marcas como a Volvo, por exemplo, já têm a linha completamente formada por híbridos e elétricos. Um degrau abaixo, a Toyota aposta nas configurações híbridas flex de seus maiores sucessos, Corolla e Corolla Cross.

    Vendas gerais em queda, produção estável

    De acordo com os dados da Anfavea, as vendas de veículos leves novos caíram 2,2% em agosto, na comparação com julho. Foram comercializados 158.557 exemplares no último mês. Na comparação com agosto de 2020 a queda foi ainda maior, de 8,8%.

    A produção de agosto, por sua vez, ficou estável se comparada com o mês anterior e registrou 147.554 unidades fabricadas em território nacional, um aumento de 0,2%, considerado estabilidade.

    Em contrapartida, houve uma queda de 26,8% em relação a agosto de 2020. Os números mostram o impacto da escassez de semicondutores, já que, em agosto de 2020, os resultados ainda eram baixos já que a indústria se recuperava das paralisações causadas pela pandemia da Covid-19 no país.

     

    Continua após a publicidade

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

    Capa quatro rodas 748 agosto 2021

    Continua após a publicidade
    Publicidade