Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Carros elétricos chineses terão imposto de 100% nos Estados Unidos

Com objetivo de barrar a entrada dos modelos elétricos chineses nos EUA, o presidente Biden acaba de anunciar novas tarifas para produtos vindos da China

Por Lucas Parente
Atualizado em 14 Maio 2024, 20h41 - Publicado em 14 Maio 2024, 19h00

Temendo a ameaça à sua indústria, os Estados Unidos anunciaram novos impostos para uma série de produtos fabricados na China. A maior taxação será justamente para os carros elétricos chineses: 100%. A intenção é blindar sua indústria do preço competitivo dos carros fabricados na China.

A nova medida Joe Biden, além de ser uma jogada política pensando nas eleições estadunidenses, revela o “medo” instaurado no país pela possível perda na hegemonia do mercado automotivo local.

Antes mesmo dessa nova medida, os carros chineses já estavam sujeitos a uma taxação de 25% sobre o valor do produto. No entanto, agora, com a nova tarifa, o preço dos carros elétricos chineses vai dobrar assim que entrarem nos EUA, o que praticamente inviabiliza a importação dos carros.

Fabricantes dos EUA querem que Joe Biden aja urgentemente para impedir invasão de carros chineses
Fabricantes dos EUA querem que Joe Biden aja urgentemente para impedir invasão de carros chineses (Divulgação/Casa Branca)

A medida surge após fabricantes chinesas anunciarem a produção de automóveis no México, o que sinalizaria a intenção de aproveitar o acordo de importação e exportação entre os países. Mas o governo Biden também já está tomando conta para que isso não aconteça.

A Casa Branca afirma que as montadoras chinesas estão inundando diversos mercados mundiais de produtos baratos e isso representa uma ameaça a segurança econômica e da informação dos Estados Unidos.

COMPARA SUV CHINESES
(Fernando Pires/Quatro Rodas)

As baterias e outros componentes que alimentam os veículos elétricos também passarão a pagar mais impostos. O imposto para baterias aumentará de 7,5% para 25%, enquanto às células fotovoltaicas usadas em painéis solares serão taxados em 50%, o dobro do imposto anterior. Além disso, alguns minerais que não possuíam taxação agora possuem uma tarifa de 25% e, em 2025, o imposto sobre semicondutores saltará de 25% para 50%.

Compartilhe essa matéria via:

Faltando apenas seis meses para as eleições no país, Biden tomará qualquer medida que o faça parecer mais rígido em relação a economia dos EUA. Mas esse aumento tarifário pode não ser tão benéfico para o país em um futuro próximo.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros de Pequim afirmou que o país “tomará todas as medidas necessárias para salvaguardar seus direitos e interesses legítimos”. O Ministério ainda afirmou que isso afeta diretamente a atmosfera de cooperação bilateral entre os países.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.