Clique e assine com até 75% de desconto

Correio Técnico: qual a melhor forma de arrancar com o carro?

Fazer os pneus "cantarem" não necessariamente irá lhe garantir o melhor tempo no 0 a 100 km/h

Por Rodrigo Ribeiro Atualizado em 13 nov 2019, 16h07 - Publicado em 24 out 2019, 07h00
Ficar queimando pneu só serve pra esquentar a borracha Acervo/Quatro Rodas

Deixar o carro destracionar um pouco melhora a arrancada? – Adriano Nunes, Joinville (SC)

Depende. Geralmente, derrapar sempre fará com que o carro perca tempo.

E quem diz isso é o piloto de teste Eduardo Campilongo, que há 11 anos é um dos responsáveis pela medição de desempenho dos carros testados por QUATRO RODAS. “O ideal é que os pneus estejam no limite da aderência ao fazer o 0 a 100 km/h”, explica Campilongo.

Em modelos de alta performance, com ampla entrega de torque em baixa rotação, encontrar esse equilíbrio é ainda mais difícil e pode exigir mais de uma tentativa.

E é aí que entram os controles de largada, que sempre são utilizados no 0 a 100 km/h (quando existentes, claro). “Sem esse recurso, seria quase impossível obter números de desempenho próximos aos divulgados pela fábrica”, conclui Campilongo.

Continua após a publicidade

Controle de perda

É cada vez mais difícil para os pilotos profissionais superar o controle de largada Reprodução/Youtube

Em alguns casos específicos, porém, deixar os pneus destracionarem por um período muito curto de tempo pode ser vantajoso.

Isso vale para carros cujo motor desacelera excessivamente após a embreagem ser solta. Neste caso, o pneu serve como um segundo método de acoplamento, auxiliando na transferência gradual de força do propulsor para o chão.

A relação “perda de aderência” versus “manutenção de rotação”, porém, é tênue e varia de carro pra carro.

Por último, vale reforçar que fazer arrancadas em via pública é infração de trânsito, e pode até ser classificada como racha, crime previsto no código penal.

Se você estiver curioso para conhecer o desempenho do seu carro, procure um local fechado — preferencialmente uma pista de corrida, já dotada de toda estrutura necessária.

  • Tem outras dúvidas? Envie sua pergunta para correiotecnico@abril.com.br!

    Continua após a publicidade
    Publicidade