Clique e assine por apenas 8,90/mês

Correio Técnico: o que é um automóvel targa?

Tipo de conversível com teto parcialmente removível ganhou fama pela Porsche

Por Da Redação - Atualizado em 30 out 2017, 16h10 - Publicado em 30 out 2017, 15h13
Nome targa foi criado pela Porsche, mas outras marcas já haviam lançado conversíveis assim antes Porsche/Divulgação

O que é um automóvel targa? – Heitor Pizzoluto, São Paulo (SP)

Um veículo targa é um tipo específico de conversível, que tem parte do teto (geralmente rígido) removível, deixando à mostra uma estrutura traseira, a roll bar, que funciona como barra contra capotamentos. Normalmente, a vigia traseira é fixa e feita de vidro.

É comum confundir os targa com os conversíveis (ou cabriolets) e os roadsters.

O conversível/cabriolet é qualquer veículo de carroceria aberta, sem teto fixo (ou seja, roadsters e targas em teoria são todos conversíveis). Na prática, hoje utiliza-se o termo em modelos com mais de dois lugares.

Continua após a publicidade

Já o roadster é um tipo específico de conversível. Ele deve ser compacto, ter apenas dois lugares, capô longo e comportamento mais esportivo. O termo é utilizado inclusive para carros sem nenhum teto. E há marcas que os chamam de spyder. 

O targa, por fim, se diferencia principalmente pelo arco estrutural na coluna B e a vigia traseira fixa. Mas não são todos os fabricantes que adotam tal designação.

No passado, o primeiro modelo a receber esta nomenclatura foi o Porsche 911 Targa, em 1966. Antes disso, porém, outros modelos já haviam sido lançados nesta configuração de carroceria.

O Fiat 1.200 teve uma série limitada apresentada em 1957, que levava a assinatura de Giovanni Michelotti, famoso designer de veículos esportivos produzidos entre as décadas de 1960 e 1970.

Continua após a publicidade

Outra criação do italiano, o Triumph TR4 seguia este tipo de configuração, assim como o Saab Catherina 1964 e o Toyota Sports 800 1965.

Nova geração do 911 Targa foi lançada em 2016 Porsche/Divulgação

O nome targa veio da Targa Florio, a famosa prova disputada nas ruas da Sicília na qual a marca alemã acumulou 11 vitórias entre os anos de 1906 a 1977.

Além do Porsche 911 Targa, que é vendido até hoje, outros modelos já aderiram ao estilo, como Ferrari F355 GTS (abaixo), Lotus Elise S1, Toyota MR2 e Smart Roadster.

A F355, uma das Ferrari mais famosas de todos os tempos, teve sua versão targa Ferrari/Divulgação

No Brasil, dois modelos fora de série se destacaram: o Dardo F-1.3, clone do Fiat X 1/9, foi apresentado no Salão do Automóvel de 1978 com um belo design e motor de Fiat 147 Rallye em posição central.

Continua após a publicidade

Na década seguinte, foi a vez do Miura (um dos mais famosos esportivos fora de série nacionais) ter sua versão Targa de 1982 a 1988.

Dardo F-1.3
O teto removível era só um dos charmes do Dardo F-1.3 Christian Castanho/Quatro Rodas
Publicidade