Clique e assine por apenas 8,90/mês

Autodefesa: peças do BMW X1 demoram até dois anos para chegar

Proprietários de X1 reclamam da demora na entrega de peças para o SUV da BMW, que pode chegar a dois anos

Por Waldez Carmo Amorim - Atualizado em 29 Maio 2017, 15h41 - Publicado em 27 abr 2017, 12h32
"Foram 60 dias esperando a peça", diz Suelen
“Foram 60 dias esperando a peça”, diz Suelen Alexandre Battibugli/Quatro Rodas

Uma das maiores preocupações de quem compra um carro importado é a possível falta de peças. Assim, quando o BMW X1 começou a ser produzido no Brasil, em março do ano passado, os donos do SUV acharam que a partir daí nunca teriam problemas com a reposição de componentes. Mas não é o que tem ocorrido com alguns proprietários.

Às vezes, a dificuldade pode ter estar num item relativamente comum, como a bomba de combustível, que foi o caso da advogada Suelen Telini, de Campinas (SP), que possui um X1 2015. “A concessionária demorou quase 60 dias para entregar a bomba. Também fiquei decepcionada com o descaso da marca: ela sempre respondia que a peça estava parada na Receita Federal e não podiam fazer nada”, conta Suelen.

De acordo com o relato dos donos, quanto maior a peça, maior costuma ser o prazo de entrega. “Não posso usar meu carro há mais de seis meses porque não consigo trocar o para-brisa trincado”, diz o Edson Matos, proprietário de um X1 2015, de Campina Grande do Sul (PR). “De que adianta ter fábrica no Brasil e não ter a peça de um modelo de entrada da marca?”, questiona Edson.

No entanto, nenhuma demora demora supera a da professora Nair de Abreu, do Rio de Janeiro (RJ). Ela está com seu BMW X1 2012 parado desde maio de 2015.

“Apesar de sempre fazer a manutenção na concessionária, o motor fundiu. Desde então, já ouvi várias desculpas pela atraso no conserto. Dizem que aguardam uma autorização da Alemanha para a aquisição de motor novo ou para receber peças que deveriam vir de São Paulo. Outras vezes afirmam que o carro está em teste e será entregue em três dias.”

Consultada, a BMW do Brasil informa que todos os casos mencionados foram solucionados e que “eventualmente pode haver oscilação no tempo de entrega de peças importadas, movimento que depende dos trâmites burocráticos de importação e alheios à vontade da empresa”.

O povo reclama

  • “Estou esperando a chegada das peças do motor há quase dois anos. Algumas vezes dizem que entregarão o carro em três dias.” Nair de Abreu, professora, Rio de Janeiro (RJ)
  • “O para-brisa quebrou, mas a BMW não tinha em estoque. Tive de aguardar dois meses e meio para receber o vidro novo.” Maria de Fátima Vicente, de São Paulo (SP)
  • “Meu carro está parado na autorizada há cinco meses, esperando as peças para finalizarem o serviço.” Antônio Almeida, empresário, Fortaleza (CE)
Continua após a publicidade
Publicidade