Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Autodefesa: cheiro ruim no ar-condicionado do Jeep Compass

Proprietários relatam odor de mofo que vem do ar-condicionado no SUV da Jeep

Por Waldez Carmo Amorim Atualizado em 11 Maio 2021, 11h22 - Publicado em 2 jan 2018, 15h24
Célia: passageiros perguntam sobre o cheiro estranho
Célia: passageiros perguntam sobre o cheiro estranho Alexandre Battibugli/Quatro Rodas

Quem tem ar-condicionado pode se dar ao luxo de deixar o mau cheiro do lado de fora do carro. Pena que a regra não esteja valendo para alguns donos de Jeep Compass, que enfrentam o constante odor de mofo mesmo em veículos novos.

Proprietário de um Longitude 2016, o advogado Eduardo Donato, de Campina Grande (PB), percebia que algo não estava bem já nos primeiros três meses de uso. “Precisava deixar as janelas abertas para que o forte cheiro de mofo desaparecesse. A concessionária fez a higienização mais de cinco vezes e não resolveu. Como tinha de deixar desligado o ar-condicionado, algo impossível onde moro, preferi vender o carro.”

Tem gente até que relatou dificuldades respiratórias depois do uso do veículo. “No início, pensei que era temporário, pois o cheiro não era tão forte. Mas ele se agravou a ponto de causar tosse e infecção na garganta e na faringe, conforme diagnóstico do meu médico”, afirma um proprietário do Centro-Oeste, que pediu para não ser identificado porque pretende processar a montadora.

Não bastasse tudo isso, alguns ainda têm de se explicar para os caronas sobre o odor forte, como a médica Célia Mello, de Americana (SP), dona de um Compass Trailhawk 2017. “No meu caso, o problema começou com o ar-condicionado que não gelava. Depois vieram o mofo e os comentários de passageiros, perguntando que cheiro era aquele. Minha filha é uma que sempre reclamou disso”, conta.

Continua após a publicidade

Um funcionário de autorizada de São Paulo diz que a mesma situação ocorreu com vários Renegade, que ficaram parados muito tempo no pátio da fábrica. “Já atendi a mais de 50 deles. Nada do que a gente fazia resolvia o mau cheiro”, lembra ele.

Consultada, a Jeep respondeu “que até o momento não identificou vício de produto no sistema de ar-condicionado dos Jeep Compass nos casos mencionados” e que também já “contatou os consumidores e se coloca à disposição para realizar análises e eventual atendimento”.

O POVO RECLAMA

“Percebemos o cheiro de mofo vindo do ar-condicionado quando o carro estava com menos de dois meses de uso. A autorizada higienizou e o cheiro sumiu, mas com o tempo voltou.” Márcia Fernandes de Souza, servidora pública, Rio Branco (AC), dona de um Compass Longitude 2017 

“Já atendemos casos como esses do Compass nos Renegade, até 2016. Ocorria nos carros que ficavam estocados por mais tempo no pátio da fábrica. Mesmo trocando o evaporador, não resolvia o problema.” Coordenador de garantia de uma concessionária Jeep em São Paulo

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.


a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo de QUATRO RODAS. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês