Autodefesa: barulhos na suspensão do Honda HR-V

Os ruídos na suspensão do HR-V são tão conhecidos que a Honda até enviou para sua rede um boletim técnico ensinando a reparar o problema

Renato: mais de 30 reclamações no SAC da Honda

Renato: mais de 30 reclamações no SAC da Honda (Alexandre Battibugli/Quatro Rodas)

A maior dificuldade de reclamar de barulhos num automóvel é que se trata de uma questão muito subjetiva. O que para o proprietário é irritante, para o atendente da oficina pode ser imperceptível.

Só que no caso dos ruídos do HR-V não há conversa: eles são tão evidentes que a própria Honda já emitiu um boletim técnico para sua rede autorizada ensinado a identificá-lo e repará-lo.

O documento “Ruído na Suspensão Dianteira (bucha) – Diagnóstico e Reparo”, código 008/16, foi enviado às concessionárias em 13 de setembro de 2016. O texto pede a colocação de um anel de borracha na bucha e até explica como ocorre o defeito: “Trata-se de um leve ruído do tipo ‘poc, poc’ perceptível em algumas situações em que o veículo esteja trafegando em baixa velocidade (10-20 km/h), a temperatura esteja acima dos 27°C e não esteja chovendo.”

É exatamente esse o problema relatado pelo projetista Renato Marques de Souza, de Osasco (SP), dono de um HR-V 2016. “Já reclamei para o SAC da Honda mais de 30 vezes por causa desse defeito. O ruído ‘toc, toc’ é constante e irritante. O gerente da oficina conseguiu escutar e informou que é preciso fazer uma adequação nas buchas das bandejas dianteiras. Mas eles não conseguem a peça e o pior é que o setor técnico da Honda disse que o veículo está dentro dos padrões de fábrica”, conta Renato.

Entre os mais de 15 casos que encontramos, está também o do arquiteto Rodrigo EV, de São Paulo, (SP), que percebeu o barulho com menos de 100 km de uso, quando rodava abaixo dos 50 km/h. “A concessionária trocou dois amortecedores dianteiros e as buchas das bandejas, que seriam macias demais”, afirma o proprietário de um HR-V 2016.

O exemplar de HR-V que completou o teste de Longa Duração da QUATRO RODAS também foi alvo de reclamações quanto aos ruídos na suspensão dianteira. O desmonte revelou que eram duas as fontes de barulho: o desgaste nos mancais da barra estabilizadora e as folgas nas bieletas (responsáveis por ligar a barra estabilizadora aos amortecedores dianteiros), que demandaram reaperto em quase todas as revisões.

Consultada, a Honda diz que embora os casos apurados pela reportagem apresentem sintomas similares, não se trata do mesmo problema. “Em cada caso relatado, uma solução específica foi efetuada para atender as necessidades do cliente.”

O Povo Reclama

  • “O ruído, toc, toc, é constante e irritante, aparece em velocidades mais baixas.” Renato Marques de Souza, projetista de Osasco (SP)
  • “Os barulhos na suspensão aumentaram depois dos 1.000 km. A concessionária pediu para a fábrica autorização para trocar as bandejas da suspensão.” Jelson Dias Junior, representante comercial, Guarulhos (SP)
  • Na tentativa de solucionar o ruído, trocaram em garantia o par de amortecedores do meu HR-V.” Gustavo Rocha, jornalista, São Vicente (SP)
Veja também
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Igor Pricandi

    Um pouco de verdade acima do mito. Ou melhor um pouco de toc-toc-poc-poc vinda do mito.

  2. Luiz Fernando Quirino

    A solução definitiva é a mais simples de todas: Mudar as rodas, ou seja, voltar ao aro 13 do Fit.
    O conjunto de suspensão do HR-V é inadequado para aros (rodas) maiores.

  3. Carlos Biener

    O problema é da bucha da barra estabilizadora que é muito macia e não aguanta as estradas brasileiras. Facil e barato trocar, 1 chave de boca 10 é quanto basta. Vale a pena arranjar umas buchas com borrcha mais dura

  4. Murilo Genari Barco

    Tive o mesmo problema na minha Hrv, onde o barulho começou a aparecer com 5 mil km. Liguei varias vezes no sac em informaram que o item não estava na garantia, e que eu teria que arcar com os custos. Após ameçar entrar na justiça, me ligaram falando que a suspensão seria trocada gratuitamente. Outro barulho muito chato é na tampa do porta malas, onde a mesma está com folga nos encaixes e fica trepidando. Pagar tão caro em um carro e ainda ter esses problemas. Achei péssimo o pós venda da Honda.

  5. Piero Lourenço

    Honda não era um exemplo de atendimento impecável ???

  6. Uillanberg Felix

    Eu tive vários problemas o meu trocaram o eixo, bandeija 2 vezes,correia tensor 2 vezes,e descobri que colocaram dois calço. A suspensão dar uma impressão que não tenho amortecedores,não aguento mais,e tenho tudo registrado.

  7. Sergio Augusto

    Ate uma GM Veraneio e mais silenciosa que esse suv de madame !! vergonha Sr Honda.

  8. Antenados Imóveis

    Carro da Barbie! Todo dia inventam um carro menor e dizem que é um SUV. Brasileiro engole tudo que enfiam nele. SUV pra mim é Santa Fé, Sorento, Hilux, Pajero, etc. Esse não passa de um hatch com as rodonas.

  9. E os preços, continuam a subir! Um país de trouxas!

  10. Apenas complementando a matéria: depois de um ano do ocorrido e de mais uma revisão solicitada pela fabrica, o problema praticamente foi sanado. Apesar de tudo isso, o atendimento feito pela concessionária Forte (SP) e pela fábrica foi excepcional!