Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Um olho no gato, outro na telinha

Por Redação 4 mar 2011, 20h43

16361 km

A lista da concessionária Mais veio por e-mail. E era grande. Incluía os mesmos itens previstos pela fábrica (troca de óleo e filtros), além de limpadores de para-brisa e serviço de alinhamento e balanceamento e de limpeza dos sistemas de arrefecimento (radiador), alimentação de combustível e ar-condicionado. Tudo por 887,47 reais, valor quase 470% superior aos 156 reais indicados no site da Fiat para a primeira revisão (dos 15 000 km). Dispensamos a troca das palhetas e explicamos que estamos fazendo alinhamento, balanceamento e rodízio a cada 10 000 km, conforme recomenda o manual. Também dissemos não à limpeza do radiador e dos bicos. Segundo Fábio Fukuda, responsável pelo desmonte dos carros de Longa, “propor esse tipo de serviço num carro tão novo e sem qualquer sintoma que justificasse tal intervenção é algo descabido”. No fim, pagamos os 156 reais indicados pela Fiat.

Levamos nosso Uno à oficina paulistana Auto Climar especializada em ar-condicionado. “Ainda não há obstrução do filtro que provoque perda de rendimento do ar ou mau cheiro. A troca agora seria preventiva”, diz Enrique Aspera, dono do estabelecimento. “Andar com a recirculação ativada é a maneira mais eficiente de retardar o acúmulo de material orgânico no filtro. É a decomposição desse material, associada à umidade, que provoca o odor desagradável.” No Uno, a caixa do filtro de cabine fica abaixo do porta-luvas, fechada com dois parafusos. Se você tiver paciência para um momento “faça você mesmo”, economizará 36,25 reais, valor da mão de obra cobrado pela concessionária para execução desse serviço – o filtro custa outros 50,39 reais. Se você gostou da ideia de verificar por conta própria o estado do filtro do seu carro, o site filtrosbrasil.com.br tem uma lista indicando sua localização nos principais modelos do mercado. Atenção: o acesso e o nível de dificuldade da troca variam de carro para carro.

Consumo:

No mês (32,3% na cidade): Álcool – 8,4 km/l

Desde out/10 (34,7% na cidade): Álcool – 8,4 km/l

Filtro de cabine: só de mão de obra para a troca, a autorizada pede 36,25 reais (esq.). Cintos laterais traseiros são de três pontos, mas não retraem quando fora de uso (centro). Acessar a porta USB e o cabo para o iPod no porta-luvas é tarefa para o passageiro (dir.).

Continua após a publicidade

Publicidade