Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Revisão de despedida

Por Redação 19 abr 2013, 12h04

Por Péricles Malheiros

49 955 km

Antes    de   atingir   os   50 000  km, nosso Duster foi até a cidade mineira de Nepomuceno, distante 370 km da capital paulista. Dono de um Logan 1.6 8V, o redator-chefe do GUIA QUATRO RODAS, José Eduardo Camargo, destacou a versatilidade do porta-malas: “Além de alto, há a possibilidade de rebater os bancos para transportar cargas maiores. O Logan tem uma barra transversal no porta-malas que impede esse tipo de uso”.

Com exatos 49939 km registrados no hodômetro, nosso Duster foi deixado na concessionária paulistana A.R. Motors. Com ele, ficou uma pequena lista com os últimos apontamentos anotados no diário de bordo. Além da revisão prevista pela fábrica, solicitamos que fizessem a verificação dos rangidos provenientes da suspensão traseira e a troca da palheta do limpador do vidro traseiro (quebrada). Pedimos ainda que fosse verificado o motivo do “blecaute parcial” no painel dos comandos do ar- condicionado, que passou a acender apenas a metade esquerda.

Após um dia de serviço, o carro foi liberado e da concessionária seguiu direto para a oficina Fukuda Motorcenter, para que nosso consultor Fabio Fukuda efetuasse a costumeira verificação dos serviços prestados. “Foi uma decepção. Para sumir com os barulhos reclamados, a autorizada aplicou óleo na bucha dos amortecedores. Isso não se faz, pois a borracha resseca em pouco tempo e o problema fica ainda mais grave”, disse Fukuda.

Continua após a publicidade

A revisão em si (com substituição de filtros de cabine, óleo e combustível e troca de óleo do motor) correu sem problemas. “Fizeram os serviços previstos a contento e trocaram a palheta do vidro traseiro, mas se esqueceram da lâmpada do painel do ar-condicionado”, disse Fukuda. Retornamos à A.R. Motors e, 5 minutos depois, tudo estava resolvido. “Desculpe, mas esqueci de verificar o painel. Vou deixar o reparo como cortesia”, afirmou o técnico da concessionária.

Consumo

No mês (27,8% na cidade) – Etanol: 7,5 km/l

Desde abril/12 (32,7% na cidade) – Etanol: 7,3 km/l

Palheta traseira se quebrou espontaneamente. A substituição custou 33 reais | Foram necessárias duas visitas até que a autorizada trocasse a lâmpada do painel.

Continua após a publicidade

Publicidade