Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Renault Logan Expression 1.0

O design evoluiu bastante, mas falta motor

Por Vitor Matsubara | Fotos André Lessa Atualizado em 8 nov 2016, 23h16 - Publicado em 24 jan 2014, 11h58
impressoes

Se o Logan participasse de um reality show, provavelmente estrelaria o Extreme Make­over. Criada em 2002, a série submetia suas cobaias a um profundo tratamento estético, incluindo dicas de como se vestir bem até cirurgias plásticas para deixá-las mais atraentes. Foi o que aconteceu com o sedã da Renault. O ex-patinho feio tomou um banho de loja e agora atrai olhares pelas ruas – inclusive na versão Expression, a segunda mais barata da linha.

A reestilização foi profunda. Do desenho das calotas às peças pintadas da cor do carro, fica clara a preocupação com o design. Ele adota a nova identidade visual da marca (o losango Renault emoldurado pelo capô e para-choque), inaugurada aqui pelo velho Clio e que em breve chegará ao Fluence. Deste, aliás, veio a inspiração para o estilo do volante e do belo painel. Os ocupantes são bem-recebidos na espaçosa cabine com materiais de diferentes texturas e mais agradáveis ao toque, uma nítida evolução frente ao antecessor.

Não foi só no visual que o Logan mudou. Segundo a Renault, o motor Hi-Power ganhou 71 peças novas, como novos pistões e bielas. A impressão de mais agilidade que tive ao dirigi-lo no dia a dia se confirmou na pista, onde andou mais que o antigo Logan. Uma boa novidade foi o indicador de mudança de marcha, identificado por uma luz verde que aponta o momento mais adequado para realizar a troca. Ele ajuda a extrair mais do motor, embora sofra para movimentar os 1070 kg do carro, especialmente quando carregado.

Virtude do Logan desde seu lançamento, a relação custo-benefício continua seduzindo quem fecha a compra na ponta do lápis. Com direção hidráulica, airbag duplo e ABS de série, o Expression custa 570 reais menos que o VW Voyage 1.0 equivalente. Com todos os opcionais (pintura metálica, ar-condicionado, sensor de ré e a central multimídia Media Nav), ele sai por 37890 reais, só 1 500 reais a mais que o Prisma 1.4 LT básico (36 390 reais).

VEREDICTO

Se você não anda com o carro cheio o tempo todo e quer um sedã espaçoso e bonito, é uma boa pedida para sua garagem.

Continua após a publicidade

Publicidade