Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Longa Duração: proprietário compara seu Caoa Chery Tiggo 5X com o nosso

Submetemos nosso Caoa Chery Tiggo 5X ao crivo do proprietário de um carro igual, porém menos rodado. Será que nosso carro envelheceu bem?

Por Henrique Rodriguez 17 jul 2021, 09h21
longa duração | CAOA CHERY TIGGO 5x
Bom sinal: carro menos rodado tem mesmo comportamento do nosso Eduardo Campilongo/Quatro Rodas

Depois de reunir nossas principais percepções e também as ocorrências com o Caoa Chery Tiggo 5X nestes quase 60.000 km em um vídeo no nosso canal, pensamos: se nossa opinião é a de quem está sempre dirigindo algum carro diferente (além dos de Longa Duração, há os que as fábricas nos mandam), qual seria a percepção do proprietário de um Tiggo 5X igual ao experimentar o nosso? Como benefício extra, saberíamos se o nosso está muito diferente de um outro similar a ele.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90 

O empresário Renan Faenza comprou seu Tiggo 5X TXS há um ano e meio. Após ter rodado 17.000 km, se diz satisfeito. “Ele é bem confortável, espaçoso e tem bons recursos de tecnologia na comparação com outros carros que tive antes”, conta.

Renan dirigiu nosso carro e disse não ter notado diferenças no comportamento na comparação com o carro dele. De fato, o Tiggo 5X ainda está íntegro. Contudo, notamos recentemente sinais de desgaste no couro do volante. A vantagem do couro sobre volantes convencionais seria evitar isso.

Caoa Chery Tiggo 5x
Forração do volante está desgastada Henrique Rodriguez/Quatro Rodas

O empresário, por sua vez, apontou outros problemas específicos do seu Tiggo 5X que, segundo ele, tem um rangido no mecanismo de abertura do porta-malas quando a tampa é aberta ou fechada e que o freio arranha quando é acionado de leve em algumas ocasiões.

“Além disso, a alavanca do câmbio trava em alguns momentos em que o carro está estacionado e preciso tirá-la da posição P.

  • Acho que ocorre porque devo parar o carro, acionar o freio e depois colocar na posição P.”, diz. De fato, o recomendável é acionar o freio de estacionamento antes de colocar o câmbio em “Parking”, seja em carros com câmbio de dupla embreagem, como o Tiggo 5X, seja em carros com câmbio automático ou CVT.

    Tiggo 5X – 58.748 km

    Ficha técnica:
    Versão: TXS 1.5 16V Turbo
    Motor: 4 cilindros, dianteiro, transversal, 16V, turbo, 150/147 cv a 5.500 rpm, 21,4 mkgf a 1.750 rpm
    Câmbio: Automatizado, dupla embreagem, 6 marchas
    Seguro: R$ 2.004 (Perfil Quatro Rodas)
    Revisões:
    Até 60.000 km – R$ 4.028
    Gastos no mês: Combustível: R$ 1.135
    Consumo: No mês: 7,5 km/l com 51,1% de rodagem na cidade
    Desde jul/19: 8,9 km/l com 33,5% de rodagem na cidade
    Combustível: flex (gasolina)

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital

    Edição de julho
    A edição 747 de QUATRO RODAS já está nas bancas! Quatro Rodas/Quatro Rodas
    Continua após a publicidade
    Publicidade