Clique e assine por apenas 8,90/mês

Hyundai i30 2016

Hyundai atualiza visual do i30, mas preserva pontos fortes (boa dirigibilidade) e fracos (preço elevado e acabamento simples) de dois anos atrás

Por Vitor Matsubara | Fotos: Marco de Bari - Atualizado em 23 nov 2016, 20h09 - Publicado em 11 nov 2015, 15h21
Hyundai i30 2016
Grade frontal lembra a do novo ix35

Saudade é uma palavra difícil de ser traduzida em outras línguas. Mas os coreanos da Hyundai descobriram a força deste sentimento há dois anos, quando o novo i30 chegou ao Brasil. De líder do segmento até 2011, o hatch não só foi desbancado pelos novos Ford Focus e VW Golf como viu a estreia de rivais mais prestigiados e hoje sequer figura entre os mais vendidos da categoria. Como voltar ao topo está fora de cogitação por enquanto, pelo menos a Caoa tenta correr atrás do prejuízo atualizando o visual do i30.

É verdade que as mudanças foram tão sutis a ponto de ser injusto chamá-lo de nova geração. Apenas a grade frontal foi trocada na linha 2016. Pelo menos a alteração deixou o i30 em sintonia com as últimas novidades da Hyundai. Se antes o hatch médio lembrava demais o HB20, agora ele se parece com o também recém-renovado ix35 – embora a semelhança com o popular fabricado em Piracicaba (SP) continue grande.

Hyundai i30 2016
Design ainda é o ponto forte do i30

Por fora, ele ainda é sedutor, com linhas modernas e características dos modelos Hyundai. A dirigibilidade também agrada, com uma direção leve nas manobras e firme em velocidades elevadas, assim como a suspensão calibrada adequadamente para suportar as esburacadas ruas e estradas brasileiras, ficando no meio-termo entre conforto e esportividade.

O interior, porém, poderia ter evoluído. Não é o mais velho da turma, mas algumas soluções estão ficando datadas, como a iluminação azul dos mostradores. Sobram plásticos duros pela cabine e várias peças de acabamento são compartilhadas com o HB20, uma falha grave para um hatch com pretensões de ser premium.

Continua após a publicidade
Hyundai i30 2016
Acabamento poderia ser melhor

Inicialmente o i30 será oferecido em três versões, trazendo ar-condicionado, teto solar panorâmico elétrico, rodas de liga leve aro 17, piloto automático, sistema de três modos de condução (Normal, Comfort e Sport) e central multimídia com GPS e câmera de ré desde a versão de entrada – oferecida por R$ 85 990. A configuração topo de linha acrescenta bancos de couro, controles de estabilidade e de tração, ar-condicionado digital bizona, sensor de chuva e airbags laterais e do tipo cortina, ao custo de salgados R$ 98 990.

Hyundai i30 2016
Teto solar é item de série em todas as versões

Como fez no lançamento do ix35, a Caoa também começa as vendas oferecendo uma série de lançamento do i30, recheada com retrovisor eletrocrômico, bancos com regulagens elétricas, airbag para proteger os joelhos do motorista, faróis de xenônio com luzes diurnas de leds, aquecimento e resfriamento dos bancos dianteiros, freio de mão elétrico e destravamento das portas e partida do motor sem chave. Para levar uma destas 40 unidades será preciso pagar ainda mais: R$ 105 990.

Hyundai i30 2016
Rendimento do motor 1.8 de 150 cavalos é razoável

O motor 1.8 MPI de 150 cv a 6 500 rpm e torque máximo de 18,2 mkgf é esperto, embora não tenha a mesma agilidade de Golf e Focus. A dupla, aliás, é o maior pesadelo do i30, já que tanto Golf Highline (R$ 91 690) quanto Focus Titanium Powershift (R$ 86 900) superam o modelo sul-coreano em desempenho, possuem acabamento superior e trazem o mesmo conteúdo custando menos. Assim fica difícil para a Hyundai.

 

VEREDICTO

Embora não seja o mais moderno nem o mais veloz, o i30 está entre os melhores hatches médios do mercado, mas seria mais atraente se custasse menos.

Números do teste
ACELERAÇÃO
de 0 a 100 km/h 11,5 s
de 0 a 1000 m 32,7 s – 161,9 km/h
VELOCIDADE MÁXIMA n/d
RETOMADA
de 40 a 80 km/h 5,1 s
de 60 a 100 km/h 6,6 s
de 80 a 120 km/h 8,1 s
FRENAGENS
60/80/120 km/h a 0 15,6/28,2/68,2 m
CONSUMO
urbano 9,4 km/l
rodoviário 11,3 km/l
FICHA TÉCNICA
Motor diant., transv., quatro cilindros, 16V
Cilindrada 1.797 cm³
Potência 150 cv a 6.500 rpm
Torque 18,2 mkgf a 4.700 rpm
Câmbio automático, seis marchas, tração dianteira
Dimensões 430 cm (comprimento); 149,5 cm (altura); 178 cm (largura); 265 cm (entre-eixos)
Peso 1.250 kg
Tanque 53 l
Suspensão dianteira McPherson
Suspensão traseira eixo de torção
Freios discos ventilados (diant.); discos sólidos (tras.)
Direção pinhão e cremalheira, eletro-hidráulica
Pneus liga leve, 225/45 R17
Equipamentos ar digital bizona, sensor de chuva, airbags laterais e de cortina
Preço R$ 98 990
Continua após a publicidade
Publicidade