Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Fiat Pulse estreia a partir de R$ 79.990 e é mais rápido que o Nivus

Fiat Pulse é lançado e promete desbancar os rivais com bom conteúdo tecnológico, motor moderno e eficiente e preço atrativo

Por Isadora Carvalho Atualizado em 9 nov 2021, 23h56 - Publicado em 19 out 2021, 19h28

Acabou o mistério por trás do Fiat Pulse. O mais novo concorrente do Volkswagen Nivus estreia no Brasil com motores 1.3 aspirado e 1.0 turbo, equipamentos do Jeep Compass e da Fiat Toro e preços entre R$ 79.990 e R$ 115.990. 

Confira o teste em vídeo: 

A expectativa em torno desse lançamento foi enorme. Isso porque seu design foi apresentado em maio, quando seu nome ainda era “progetto 363”, durante a final do Big Brother Brasil.

Fiat Pulse 2022 azul visto 3/4 de frente virado para a direita
Fernando Pires/Quatro Rodas

A partir daí a estratégia da marca foi de apresentar o novo SUV a conta-gotas, ou em novela. Isso valeu até mesmo para o nome Pulse. O penúltimo capítulo foi a apresentação do novo motor 1.0 turbo, o Turbo 200 Flex. QUATRO RODAS revelou com exclusividade em março deste ano que seria o motor turbo mais potente do Brasil com rendimento de até 130 cv. 

Assine Quatro Rodas por apenas R$ 12,90

Fiat Pulse 2022 azul visto 3/4 de trás
Fernando Pires/Quatro Rodas

O último capítulo da novela Pulse foi exibido agora a pouco na live de lançamento nacional. A Fiat finalmente revelou os preços e as versões do Pulse. Serão cinco versões, duas com o conhecido motor que equipa o Argo, o 1.3 flex que rende até 107 cv (2 cv a menos que no Argo) e três equipadas com a inédita motorização turbinada. 

Confira todos os preços do Fiat Pulse 2022:

  • Fiat Pulse Drive 1.3 manual – R$ 79.990
  • Fiat Pulse Drive 1.3 CVT – R$ 89.990
  • Fiat Pulse Drive Tubo 200  – R$ 98.990
  • Fiat Pulse Audace Turbo 200 – R$ 107.990
  • Fiat Pulse Impetus Turbo 200 – R$ 115.990

Há apenas uma versão com câmbio manual de cinco marchas e uma 1.3 com câmbio CVT. Todas as opções equipadas com o novo motor 1.0 turbo são combinadas com a também inédita transmissão CVT com sete marchas simuladas. 

Vamos ao conteúdo de cada uma das versões do Fiat Pulse 2022: 

DRIVE 1.3 FLEX MANUAL – R$ 79.990

quatro airbags, alarme, Fiat Sound System, ar-condicionado automático e digital, ASR (Controle eletrônico de tração), Central multimídia com tela de 8,4″, chave canivete com telecomando, comandos de áudio e painel de instrumentos no volante, computador de bordo, desembaçador do vidro traseiro com temporizador, direção elétrica, ESP (Controle eletrônico de estabilidade), ESS (Sinalização de frenagem de emergência), faróis em LED, fixação isofix, assistente partida em rampa, lanterna traseira em LED, maçanetas na cor preta, piloto automático, retrovisores externos com regulagem elétrica e função Tilt down, retrovisores externos na cor preta, roda de liga leve de 16 polegadas, sensor de estacionamento traseiro, TC+ (sistema de controle de tração), travas elétricas com travamento automático a 20 km/h, USB traseira (Tipo A), vidros elétricos dianteiros e traseiros com função one touch e antiesmagamento, volante com regularem de altura, monitoramento de pressão dos pneus, Lane Change (Função auxiliar para acionamento das setas indicando trocas de faixa) e quadro de instrumentos 3,5″ multifuncional com relógio digital, calendário e informações do veículo em TFT personalizável. 

PULSE DRIVE 1.3 FLEX CVT – R$ 89.990

Acrescenta: câmbio automático CVT (7 velocidades simuladas), maçanetas externas na cor da carroceria, retrovisores externos na cor da carroceria, console central com apoio de braço, porta-copos, porta-celular e porta-objetos e modo Sport com botão de acionamento no volante

Opcionais

Pack Plus – câmera de ré com linhas adaptativas, carregador wireless, Key Less Entry’n Go, partida remota via chave, pintura bicolor.

Pack Connect////Me – Fiat Connect////Me, navegação embarcada e espelho retrovisor interno eletrocrômico.

DRIVE TURBO 200 FLEX CVT– R$ 98.990

Acrescenta: novo motor Turbo 200 Flex  

Opcionais

Pack Plus II – roda de liga leve de 17 polegadas escurecida, bancos revestidos em couro, banco traseiro rebatível e bipartido (60/40), volante revestido em couro, paddle shifters, Key Less Entry’n Go, partida remota via chave, pintura bicolor.

Pack Connect////Me – Fiat Connect////Me, navegação embarcada e espelho retrovisor interno eletrocrômico.

AUDACE TURBO 200 FLEX CVT – R$ 107.990

Acrescenta: câmera traseira em alta definição com linhas adaptativas, carregador wireless para smartphones por indução, chave presencial, partida Remota via chave, Paddle Shifters (Aletas para mudança de marcha no volante), volante com revestimento em couro, banco traseiro rebatível e bi-partido (60/40), ADAS: AEB (Frenagem autônoma de emergência), LDW (Alerta de saída de pista) e AHB (Comutação automática de farol alto), Retrovisor interno eletrocrômico, sensor de chuva e crepuscular e roda de liga leve de 16 polegadas diamantada

Opcionais

Pack Design – roda de liga leve de 17 polegadas escurecida, bancos revestidos em couro, pintura bicolor

Pack Connect////Me – Fiat Connect////Me, navegação embarcada e central multimídia com tela de 10,1”

IMPETUS TURBO 200 FLEX AUTOMÁTICA – R$ 115.990

Acrescenta: bancos revestidos em couro, cluster 7″ Full Digital, faróis de neblina dianteiros com função cornering lamps, sistema de navegação GPS embarcado, retrovisores externos com rebatimento elétrico e luz de cortesia, roda de liga leve de 17 polegadas com acabamento diamantado, sensor de estacionamento dianteiro, tapetes de carpete, teto bicolor, volante com regularem de altura e profundidade, Central multimídia com tela de 10,1″. 

Opcional

Pack Connect////Me – Fiat Connect////Me

O que é o Fiat Pulse?

Fiat Pulse 2022 azul visto de frente
Fernando Pires/Quatro Rodas

O SUV é o primeiro da Fiat desenvolvido 100% no Brasil e sua importância vai além desse pioneirismo. Ele estreia a plataforma MLA, com mudanças no assoalho, nas suspensões, nos sistemas de direção e na arquitetura eletrônica que proporcionam melhora nos níveis de performance, conforto e segurança na comparação com o Argo. E permite ainda a adoção de novos sistemas eletrônicos.

Mesmo contando com uma plataforma distinta do irmão menor, Argo, é inegável que o Pulse tem muitas peças da carroceria em comum com o Fiat Argo. As portas são as mesmas do compacto, assim como as colunas A, B e C. E as dimensões também são bem próximas. 

Fiat Pulse 2022 azul visto de lado
Fernando Pires/Quatro Rodas

Uma das maneiras de se diferenciar do irmão menor foi com uma dianteira exclusiva e visivelmente mais robusta — exatamente para conferir essa sensação de que trata-se de um carro totalmente novo. Ela também é mais alta o que permite um amplo ângulo de entrada de 20,5° — enquanto o seu rival direto o VW Nivus conta com 18°.

Fiat Pulse 2022 azul visto 3/4 de frente
Fernando Pires/Quatro Rodas

Os faróis são em led assim como os de neblina e o DRL. Pra ficar mais sofisticado há uma barra cromada que interliga os faróis exclusiva da versão topo de linha, Impetus, assim como as molduras também cromadas nos faróis de neblina. 

Para-choque dianteiro do Fiat Pulse 2022 azul visto de frente
Fernando Pires/Quatro Rodas
Continua após a publicidade

Detalhes dos faróis do Fiat Pulse 2022 azul vistos de frente
Fernando Pires/Quatro Rodas

A traseira é toda nova com lanternas em led e o volume acima delas que lembram a traseira do Cronos. O para-choque é completamente novo e a traseira elevada também favorece um ótimo ângulo de saída de 31,4° – contra 26,1° do rival da VW. 

Fiat Pulse 2022 azul visto 3/4 de trás
Fernando Pires/Quatro Rodas

O que o Fiat Pulse traz de novidade? 

A grande mudança é a introdução da plataforma MLA, que tornou o Pulse, segundo a marca, um dos seus modelos mais seguros e tecnológicos. 

O uso da nova plataforma permitiu ao SUV um bom desempenho nos testes de impacto internos — o Pulse ainda não foi submetido aos testes de órgãos independentes como o Latin NCAP. Sua carroceria é composta por 87% de aços de alta e ultra-alta resistência – o que o credencia a ter melhor performance nos testes de impacto frontal, lateral e traseiro.

A proteção aos pedestres é assegurada por elementos como o capô afastado do motor, o que permite a melhor absorção de impactos, e do soft nose. Este conceito adota componentes deformáveis na parte frontal para proteger o corpo do pedestre no caso de um acidente.

Fiat Pulse 2022 azul visto 3/4 de frente
Fernando Pires/Quatro Rodas

As longarinas dianteiras têm maior inércia e maior carga de colapso, por serem 50% mais largos, o que favorece a segurança em colisões. Na região da parede corta-fogo, entre o cofre do motor e a cabine, novas travessas prometem maior conforto acústico e vibracional. Ainda tem uma nova estrutura para suportar impactos laterais.

Além de aumentar a segurança, houve um esforço para melhorar a qualidade da rodagem e reduzir os índices de NVH (sigla em inglês para ruído, vibração e aspereza). Segundo a marca, a fixação do motor e câmbio foi feita com buchas especiais o que permitiu uma redução de até 32% de vibração no volante e 7% no trilho do banco. 

Primeira fileira do Fiat Pulse 2022 vista da porta do motorista
Fernando Pires/Quatro Rodas

A suspensão dianteira McPherson é toda nova, com subchassi próprio e uma nova geometria proporcionada pelas bandejas com buchas verticais. A traseira é  por eixo de torção convencional, mas o componente está mais rígido e tem centro de rolagem mais baixo. Tanto o conjunto dianteiro como o traseiro tem novos amortecedores e molas, e prometem menor rolagem da carroceria mesmo com a altura em relação ao solo elevada. 

O novo motor 1.0 turbinado

O Fiat Pulse vem equipado com o inédito Turbo 200 Flex, o 1.0 turbo mais potente do Brasil com até 130 cv — esse título era ocupado pelo motor 1.0 TSI da VW que rende até 128 cv com etanol.

Motor turbo do Fiat Pulse Impetus 2022 azul
Fernando Pires/Quatro Rodas

O torque tem pico de 20,4 kgfm a 1.750 rpm. Para efeito de comparação, é a mesma medida do Volkswagen, que equipa o arquirrival Nivus, mas com pico a 2.000 rpm.

Desempenho e consumo do Fiat Pulse 1.0 turbo

Mas é na nossa pista de testes que foi possível comparar o desempenho do VW com o recém-lançado Fiat. O Pulse fez de 0 a 100 km/h em 9,88 segundos, enquanto o Nivus acelerou em 11,18 segundos até os 100 km/h.

Fiat Pulse 2022 azul visto 3/4 de frente
Fernando Pires/Quatro Rodas

O consumo urbano do Pulse foi de 10,4 km/l e o rodoviário foi de 14,2 km/l, mas se ele ganha no desempenho perde pro consumo do Nivus que faz 11,5 e 15,2 km/l, na cidade e estrada, respectivamente.

Esse motor é equipado com injeção direta de combustível e também com engenhoso sistema de comando de válvulas eletro-hidráulico Multiair de terceira geração. E é essa combinação que permite um bom desempenho sem prejudicar a economia de combustível e reduzindo a emissão de poluentes. 

Para completar, o turbocompressor é dotado de uma wastegate eletrônica – que tem como função reduzir o tempo de resposta do acelerador – o que se traduz com uma diminuição do turbo lag.

Como anda o Fiat Pulse?

Por enquanto só dirigi o Pulse 1.0 turbo em pista fechada e circuito, mas já foi suficiente pra ter a certeza que esse novo motor é muito eficiente e está bem casado com o novo câmbio CVT – que simula sete velocidades. 

As respostas são rápidas e o fato do máximo de torque ser entregue cedo (às 1.750 rpm) traz conforto nas acelerações progressivas. O câmbio tem comportamento suave e as trocas são sentidas, mas o funcionamento é linear. 

Câmbio do Fiat Pulse 2022
Fernando Pires/Quatro Rodas

Agora se essa suavidade toda te incomoda no dia a dia, ao clicar no botão vermelho Sport no volante a sensação é que estou dirigindo outro carro, ou melhor, pilotando. O tempo de resposta do acelerador é ainda menor e a relação das marchas é mais curta e a direção fica mais firme e direta. Mas, esse estilo de condução vai aumentar o consumo de forma considerável.

Detalhe no volante do Fiat Pulse 2022
Algo que me impressionou foi a cabine ser muito silenciosa graças ao bom trabalho de acústica da cabine.  Fernando Pires/Quatro Rodas

Tive a experiência de rodar em uma pista off-road e me surpreendi com a capacidade de ultrapassar obstáculos no fora de estrada. Para sair de pisos com baixa aderência há um recurso (que também equipa a Strada), o TC+, que bloqueia a roda sem aderência e transfere o torque para o outro lado. 

O Pulse é equipado também com as tecnologias de auxilio a condução como acionamento automático dos faróis, frenagem autônoma de emergência, alerta de mudança de faixa com correção da trajetória – aqui só ficou faltando o piloto automático adaptativo – tecnologia que equipa o rival da VW. 

O Fiat Pulse é tecnológico? 

Painel do Fiat Pulse 2022 azul visto da primeira fileira
Fernando Pires/Quatro Rodas

O quadro de instrumentos digital é o mesmo da Fiat Toro, com tela TFT de 7’’ polegadas e faz um bom casamento com a central multimídia com tela flutuante de 8,4’’ nas versões mais baratas e 10,1’’, na topo de linha. 

Central multimídia do Fiat Pulse 2022
Fernando Pires/Quatro Rodas

A central utiliza o novo software Uconnect 5, que apresenta respostas rápidas e, principalmente, recursos além-carro, baseados em parcerias com Tim, Amazon, McDonald’s e até Google Assistente. 

Desse modo, graças ao chip 4G embarcado no Pulse é possível acessar a internet e, como um cartão de crédito flex, pagar idas ao drive-thru, pedágios, abastecimento e até pagar multas e o IPVA de maneira parcelada.

Central multimídia do Fiat Pulse 2022
Fernando Pires/Quatro Rodas

E, claro que essa internet 4G também estará disponível para os ocupantes utilizarem como uma rede Wi-Fi embarcada e mais estável. 

Há conexão com Android Auto e Apple CarPlay sem fio – e pra completar há a presença de carregador por indução. 

Como é o espaço interno do Fiat Pulse? 

Bancos traseiros do Fiat Pulse 2022 visto da porta do passageiro
Fernando Pires/Quatro Rodas

O entre-eixos é apenas 1 cm maior, portanto com 2,53 metros – um dos menores do segmentos e perdendo para o rival VW Nivus que tem 2,56 metros. Como forma de trazer mais conforto para os passageiros traseiros o assento é um pouco mais curto e o encosto está posicionado a 90°. 

O porta-malas conta com apenas 370 litros – uma das menores capacidades do segmento e perde pro Nivus que tem 419 litros de porta-malas. 

Porta-malas do Fiat Pulse 2022
Fernando Pires/Quatro Rodas

Ficha técnica – Fiat Pulse Impetus 1.0 Turbo CVT

Motor: dianteiro, transversal, 3 cil, 12 V, 999 cm³, turbo, injeção direta, 130/125 cv a 5.750 rpm, 20,4 kgfm entre 1.750 rpm e 3.500 rpm
Câmbio: Automático, CVT, com simulação permanente de 7 marchas e modo Sport
Suspensão: Independente, McPherson (dianteira) e eixo de torção (traseira)
Freio: disco ventilado (dianteiro) tambor (traseiro)
Dimensões: comprimento, 410 cm; altura, 158 cm; entre-eixos, 253 cm; largura, 178 cm; porta-malas, 370 litros

Teste – Fiat Pulse Impetus Turbo 200

Aceleração
0 a 100 km/h: 9,88 s
0 a 1.000 m: 31,67 – 162,18 km/h
Retomadas
D 40 a 80 km/h: 4,32 s
D 60 a 100 km/h: 5,51 s
D 80 a 120 km/h: 8,01 s
Frenagens
60/80/120 km/h a 0: 13,4/24,2/53,6 m
Consumo
Urbano: 10,4 km/l
Rodoviário: 14,2 km/l
Ruído interno
Neutro/RPM máx. 48,4/65,2 dBA
80/120 km/h: 67/71,4 dBA

Ficha técnica – Fiat Pulse Drive 1.3

Motor: dianteiro, transversal, 4 cil, 8V, 1.332 cm³, aspirado, injeção indireta multiponto, 107/98 cv a 6.250 rpm, 13,7 kgfm a 4.000 rpm/13,2 kgfm a 4.250 rpm
Câmbio: manual de 5 marchas ou automático, CVT, com simulação permanente de 7 marchas
Suspensão: Independente, McPherson (dianteira) e eixo de torção (traseira)
Freio: disco ventilado (dianteiro) tambor (traseiro)
Dimensões: comprimento, 410 cm; altura, 158 cm; entre-eixos, 253 cm; largura, 178 cm; porta-malas, 370 litros

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital

capa

 

Continua após a publicidade

Publicidade