Clique e assine por apenas 6,90/mês

Comparativo: Ford Ka Freestyle enfrenta Onix Activ e Hyundai HB20x

Versão aventureira FreeStyle, da linha Ka 2019, chega e já enfrenta rivais Onix Activ e HB20x em um comparativo decidido nos detalhes

Por Paulo Campo Grande - Atualizado em 4 jul 2018, 18h00 - Publicado em 3 jul 2018, 14h50
Hatches compactos aventureiros surfam na onda dos SUVs Christian Castanho/Quatro Rodas

A Ford lança neste mês o novo Ford Ka 2019. Por enquanto, a marca apresentou a principal novidade que vem por aí: a nova versão FreeStyle, que será o modelo aventureiro-esportivo da linha Ka.

Sabe-se que a linha Ka 2019 terá mudanças visuais como a grade mais retangular e novos para-choques (levemente diferentes dos usados pelo Ka FreeStyle).

Ainda terá versões mais completas, como a topo de linha Titanium, equipada com o mesmo motor 1.5 de 136 cv da FreeStyle e o câmbio automático de seis marchas. A Trail sai de linha.

Como o nome emprestado de uma das versões do EcoSport anuncia, o FreeStyle tenta surfar na onda dos SUVs, com suspensão levantada e visual carregado por saias, molduras de caixas de rodas e equipamentos como o rack no teto.

Mais interessante, porém, são as melhorias construtivas que o FreeStyle recebeu e que deverão estar nas demais versões da linha, como os reforços estruturais (na coluna central e no teto), o tratamento acústico (materiais de isolamento na cabine e coxins hidráulicos para o motor) e o trabalho aerodinâmico (na carroceria e na parte inferior do carro, cujo Cx baixou de 0,34 para 0,33).

Neste teste de estreia, colocamos o Ka FreeStyle para brigar com seus dois principais rivais, Onix Activ e Hyundai HB20X, que – não por coincidência, porque as fábricas acompanham de perto os movimento das rivais – também estão estreando suas linhas 2019 agora, com novidades que você verá a seguir.

Continua após a publicidade

O Onix Activ mostrado aqui já é um exemplar 2019, mas o HB20X ainda é 2018 porque a Hyundai ainda não dispunha do 2019 para empréstimo.

Veja a seguir o que mudou nesses modelos e como eles se saíram diante do Ka FreeStyle.

As versões contempladas foram as automáticas, na faixa de preço de R$ 67.000 (o Renault Sandero Stepway 1.6 Sce Easy R ficou de fora porque a fábrica não tinha para empréstimo).


3º HB20X Style – R$67.600

Suspensão é discretamente elevada Christian Castanho/Quatro Rodas

disputa entre os hatches aventureiros foi bastante equilibrada. E o comparativo se decidiu nos detalhes. No terceiro lugar, o HB20X Style tem a favor o fato de estar sempre em um patamar intermediário em relação aos rivais.

Esse equilíbrio, porém, não foi suficiente para que ele superasse os outros no conjunto. Seu rendimento na pista, por exemplo, com exceção das frenagens, foi mediano.

Nas provas de aceleração, o HB20 fez de 0 a 100 km/h em 12,3 segundos, enquanto o Onix ficou com o tempo de 13,6 segundos e o Ka conseguiu 11,9 segundos.

Continua após a publicidade
Bancos de couro vêm na versão Premium Christian Castanho/Quatro Rodas
Atrás, há pouco espaço para as pernas Christian Castanho/Quatro Rodas

Nas frenagens, o HB20 foi o pior. Vindo a 80 km/h percorreu 29,6 metros até a parada contra as marcas de 26,1 metros, do Onix, e 27,3 metros, do Ka.

Outro aspecto em que o HB20 apenas se defendeu foi o espaço interno, uma vez que ao mesmo tempo em que tem o maior porta-malas (300 litros ante 280, do Onix, e 255, do Ka) ele é o que oferece menor espaço para as pernas nas duas fileiras de bancos.

O Hyundai Style (a versão que aparece nas fotos é a Premiun) perdeu pontos, principalmente, em relação ao conteúdo, sendo o hatch mais despojado.

E pesa contra ele o fato de ser praticamente o mesmo carro lançado em 2012 (a versão X é de 2015).

Motor 1.6 16v rende 128 cv com etanol Christian Castanho/Quatro Rodas

Seu projeto é bem executado, mas carece de atualização. O Onix, que também é de 2012 (o Activ é de 2016), passou por transformações mais radicais.

O Ka é o mais jovem: foi lançado em 2014. Na linha 2019, as mudanças foram discretas no HB20.

Continua após a publicidade
Volante tem ajuste de altura e profundidade Christian Castanho/Quatro Rodas

A grade dianteira ficou igual à da versão R Spec, as rodas ganharam novo design e a central multimídia agora tem TV digital, item da série especial Copa do Mundo da FIFA.


2º Onix Activ – R$67.250

Na versão 2019, rodas esportivas são pretas Christian Castanho/Quatro Rodas

Na linha 2019, o Onix Activ ganhou novas cores de carroceria, rodas pretas e o painel bicolor, que antes era sempre laranja, agora terá essa cor apenas quando a carroceria for laranja, nas demais será cinza, como no carro avaliado.

Câmbio automático também tem trocas manuais Christian Castanho/Quatro Rodas

A iluminação do painel também mudou de cor: de azul para branca. As novidades são basicamente estéticas, mas houve melhorias discretas em outras áreas, como as novas lâmpadas dos faróis (que iluminam melhor), os cintos de três pontos para todos os ocupantes do banco traseiro e um novo processador do OnStar que, segundo a GM, permitirá a inclusão de novos serviços no pacote. 

O Onix Actic é o modelo que oferece menos espaço para a cabeça dos ocupantes Christian Castanho/Quatro Rodas

 

Continua após a publicidade
Cintos de três pontos para todos para todos os ocupantes do banco traseiro Christian Castanho/Quatro Rodas

O Onix se destaca pelo conteúdo. Além do OnStar, o Activ vem equipado com sensor de pressão nos pneus, sensor de chuva e leds diurnos, entre seus itens exclusivos.

Além disso, ele traz câmera de ré e sensor de estacionamento (que o Ka também tem) e central multimídia MyLink (no Ka, a central é a Sync, e no HB20, a blueMedia).

Continua após a publicidade
Motor 1.6 16v rende 128 cv com etanol Christian Castanho/Quatro Rodas

Como ponto fraco, a deficiência mais relevante é o motor. O 1.4 da GM gera 106 cv, enquanto o 1.6 16V da Hyundai entrega 128 cv e o 1.5 12 V da Ford rende 136 cv. Sempre com etanol.

Porta-malas leva 280 litros de bagagem. Christian Castanho/Quatro Rodas

Essa defasagem de forças se refletiu na pista, onde o Chevrolet ficou para trás nas medições de desempenho. Mas o Onix só se recuperou nos testes de consumo, superando o HB20, no ciclo urbano.

As médias foram as seguintes: o mais econômico foi o Ka, que fez 11,6 km/l na cidade e 15,2 km/l na estrada; o Onix ficou com 11,3 km/l e 13,5 km/l; e o HB20 conseguiu 10,3 km/l e 13,5km/l, respectivamente. Pelo conjunto da obra, o Onix fica com o segundo lugar.


1º Ka Freestyle – R$67.990

Rodas escuras, saias e rack compõem o visual Christian Castanho/Quatro Rodas

vitória do Ka FreeStyle foi apertada mas de forma convincente. Começou pelo motor, que lhe garantiu o melhor rendimento. Na pista de testes, o Ka foi mais rápido, fez de 0 a 100 km/h em 11,9 segundos, contra 12,3 segundos do HB20 e 13,6 segundos do Onix, e gastou menos, com as médias cidade/estrada de 11,6/15,2 km/l, ante 10,3/13,5 km/l do HB20 e 11,3/13,5 do Onix – sempre com gasolina.

Motor de 1.5 entrega 136cv Christian Castanho/Quatro Rodas

Outra vantagem é o seu pacote de segurança. O Ka é o único com seis airbags, ESP e assistente de partida em rampa de série (nos outros não existe a disponibilidade nem como opcionais. Somente o HB20 tem quatro airbags na versão Premium). 

Bancos revestidos de tecido (com faixa laranja) e material que imita couro Christian Castanho/Quatro Rodas

Além disso, ele se revelou o dono do melhor comportamento dinâmico, transitando bem entre o conforto (apreciado na cidade) e a dirigibilidade (necessária principalmente na estrada e na terra se eventualmente o motorista resolver avaliar os dotes off-road do carro).

Continua após a publicidade
Bancos revestidos de tecido (com faixa laranja) e material que imita couro Christian Castanho/Quatro Rodas

O HB20X também é confortável, mas sua direção mais leve não inspira manobras mais radicais. E a desvantagem do Onix Activ está na posição de dirigir pouco esportiva.

Ao volante do Onix, o motorista não tem aquela sensação de vestir o carro, uma vez que ele fica distante do painel profundo (como nas minivans) e rebaixado. 

São 300 litros de capacidade no porta-malas Christian Castanho/Quatro Rodas

Um ponto fraco do Ka em relação aos rivais é o acabamento. O Ford segue os rivais com uma segunda cor no painel e nos bancos.

Segunda cor (marron) virou a principal, na cabine do Ka Christian Castanho/Quatro Rodas

Mas houve exagero no uso do marrom e, no que diz respeito à qualidade percebida (materiais e confecção de peças), Onix e HB20 causam melhor impressão.

Tirando esse deslize, porém, o Ka fez por merecer o primeiro lugar.

 

Continua após a publicidade

Veredicto

A disputa foi apertada, mas o Ka fez valer seu melhor conjunto. Onix fraquejou na motorização e o HB20 se saiu apenas medianamente, se ressentindo de maior atualização.


Teste de pista (com gasolina)

Ka Onix HB20
Aceleração de 0 a 100 km/h 11,9s 13,6s 12,3s
Aceleração de 0 a 1.000 m 33,6s-153 km/h 35,6s-141 km/h 34,1s-153,3 km/h
Retomada de 40 a 80 km/h (em D) 5,3s 5,6s 5,5s
Retomada de 60 a 100 km/h (em D) 7,1s 8s 6,6s
Retomada de 80 a 120 km/h (em D) 8,9s 10,6s 9s
Frenagem de 60 / 80 / 120 km/h a 0 15,6/27,3/63,2 m 14,6/26,1/61m 16,5/29,6/67,5 m
Consumo urbano 11,6 km/l 11,3 km/l 10,3 km/l
Consumo rodoviário 15,2 km/l 13,5 km/l 13,5 km/l
Ruído interno: Neutro/RPM máx. 41,4/71,3 dBA 39,4/71,3 dBA 41,6/65,3 dBA
Ruído interno: 80/120 km/h 64,3/71,2 dBA 65,6/69,2 dBA 63,7/69,8 dBA
Velocidade real a 100 km/h 99 km/h 98 km/h 98km/h
Rotação do motor  a 100 km/h em 5º marcha  2.400 rpm 2.500 rpm 2.200 rpm
Volante  2,5 voltas 2,8 voltas 2,9 voltas
Preço básico  R$67.990 R$67.250 R$67.600
Garantia  3 anos 3 anos 5 anos
Concessionárias 365 600 298

Ficha técnica

Ka Onix HB20
Preço R$67.990 R$67.250 R$67.600
Motor flex, diant., transv., 3 cil., 12 V, 1.497 cm³, 84 x 90 mm, 136/128 cv a 6.500 rpm, 16,1/15,6 mkgf a 4.750 rpm  flex, diant., transv., 4 cil., 8 V, 1.389 cm³, 77,6 x 73,4 mm, 106/98 cv a 6.000 rpm, 13,9/13 mkgf a 4.800 rpm flex, diant., transv., 4 cil., 16V, 1.591 cm³, 77 x 85,4 mm, 128/122 cv a 6.000 rpm, 16,5/16 mkgf a 5.000 rpm
Câmbio automático, 6 marchas, tração dianteira automático, 6 marchas, tração dianteira automático, 6 marchas, tração dianteira
Suspensão McPherson (diant.), eixo de torção McPherson (diant.), eixo de torção (tras.) McPherson (diant.), eixo de torção (tras.)
Freios disco sólido (diant.), tambor (tras.)  disco ventilado, tambor (tras.). disco ventilado, tambor (tras.) 
Direção  elétrica elétrica elétrica 
Rodas e pneus  185/60 R15 185/65 R15 195/60 R16 
Peso 1.135 kg 1.092 kg 1.058 kg
Peso/ Potência 8,3/8,9 kg/cv 10,3/11,1 kg/cv  8,3/8,7 kg/cv
Peso/ Torque 70,5/72,7 kg/mkgf 78.6/84 kg/mkgf  64,1/66,1 kg/mkgf 
Dimensões Comprimento, 388,6 cm; largura, 169,5 cm; altura, 154,2 cm; entre-eixos, 249,1 cm; porta-malas, 255 l; tanque, 52 l. Compr., 395,8 cm; largura, 173,7 cm; altura, 155,4 cm; entre-eixos, 252,8 cm; porta-malas, 280 l; tanque, 54 l. Comprimento, 394 cm; largura, 171 cm; altura, 155 cm; entre-eixos, 250 cm; porta-malas, 300 l; tanque, 50 l.
Publicidade