Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Jeep Gladiator tem V6 próprio para o Brasil e faz testes finais pré-venda

Atrasada pela falta de matérias-primas, Jeep Gladiator se prepara para a venda no Brasil, com direito a motor V6 adaptado a normas locais de emissões

Por Eduardo Passos Atualizado em 1 abr 2022, 18h29 - Publicado em 10 fev 2022, 13h59

Faz algum tempo que QUATRO RODAS noticiou a chegada da picape Jeep Gladiator ao Brasil, importada dos Estados Unidos. O lançamento nacional estava previsto para 2020, mas eis que a pandemia de covid-19 veio antes e atrapalhou tudo.

Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 9,90

Com limitações logísticas, de produção, disparada do dólar e todo tipo de escassez na indústria automotiva, a venda da Gladiator no Brasil foi sendo adiada. Mas dados obtidos pela reportagem e flagras vindos de Pernambuco mostram que, agora sim, a picape do Jeep Wrangler já está nos “finalmentes” por aqui.

Caminhonete chegará em versão única Rubicon, sempre a gasolina
Caminhonete chegará em versão única Rubicon, sempre a gasolina Carlos Roberto/Quatro Rodas

Versão única e motor V6

As fotos vieram do leitor Carlos Roberto, que encontrou a Gladiator em um posto de gasolina nas proximidades da fábrica da Jeep, em Goiana (PE). A versão Rubicon das imagens é justamente a única homologada para o Brasil e usa motor V6 3.6 de 289 cv e 35,9 kgfm, já ajustado para o Proconve L7.

De frente é complicado distingui-la do Wrangler
De frente é complicado distingui-la do Wrangler Divulgação/Jeep

Esse é um dos principais motivos para que a caminhonete seja mais cara do que o Wrangler, equipado 2.0 de 272 cv e 40,8 kgfm. Enquanto o jipe tem preço tabelado em R$ 439.590, a picape deve chegar por mais de R$ 500.000. Ela só poderia ser superada no segmento pela também inédita Ram 3500.

A chegada breve da Jeep Gladiator está intimamente ligada ao abrandamento da crise de semicondutores, uma vez que, nas palavras de executivos da Jeep no Brasil, o único motivo para o atraso tem sido a capacidade insuficiente de produção na fábrica de Toledo, Ohio.

Continua após a publicidade

Caso chegue antes da Ram 3500, Gladiator será a picape mais cara do Brasil por algum tempo
Caso chegue antes da Ram 3500, Gladiator será a picape mais cara do Brasil por algum tempo Carlos Roberto/Quatro Rodas

Bicho do mato

O motor V6 da Gladiator pode não impressionar, mas é preciso ir além dos números para julgar o modelo, de um nicho ainda menor que o do Wrangler. 

Desempenho da Jeep em trilhas exigentes é além da média de outras picapes
Desempenho da Jeep em trilhas exigentes é além da média de outras picapes Divulgação/Jeep

Em nossas impressões ao dirigir, destacamos que a Jeep guarda seu melhor para o barro “raiz”, onde “devora os piores obstáculos como se aquilo fosse só uma estradinha a caminho do sítio”.

Capacidade de rebocar aproximadamente 2 toneladas é ponto fraco da Gladiator
Capacidade de rebocar aproximadamente 2 toneladas é ponto fraco da Gladiator Carlos Roberto/Quatro Rodas

Seu pacote de equipamentos permite a submersão em até 76 cm de água, e a possibilidade de desconectar a barra estabilizadora dianteira aumenta o curso da suspensão quando necessário. À moda antiga, a escolha entre 4×2 e 4×4 é feita por uma alavanca mecânica e, como no Wrangler, é possível remover portas, teto e até o para-brisa, dependendo do pacote de opcionais.

Para poucos

Com tanta atenção à capacidade off-road, a Gladiator não pretende competir com o luxo interno de modos como a Ram 1500 Rebel, entre outras caminhonetes mais convencionais.

Interior da Jeep Gladiator Rubicon
Interior da Jeep Gladiator Rubicon Divulgação/Jeep

Sua cabine traz o obrigatório para um veículo de mais de meio milhão de reais, com bancos de couro com aquecimento opcional, decoração em tons de vermelho e uso de botões com estética mais rústica. Por outro lado, itens como o volante e central multimídia são quase iguais aos do Jeep Renegade 2021, que acaba de sair de linha.

Poucas unidades serão vendidas anualmente
Poucas unidades serão vendidas anualmente Divulgação/Jeep

Por questões como essas e a capacidade de carga de meros 620 kg, a Gladiator será destinada a quem pode gastar tudo isso em um brinquedo para o mato. Se há dois anos a Jeep estimava cerca de 200 unidades vendidas por ano, com a disparada do dólar esse número poderia ser ainda menor, por conta do preço.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

Impressa + Digital

Plano completo da QUATRO RODAS! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

App QUATRO RODAS para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês