Clique e assine por apenas 5,90/mês

Exclusivo: picape Jeep Gladiator está confirmada para o Brasil

Utilitário inédito já teve seu desenho registrado no Brasil; Concessionários confirmam estreia do modelo em 2020 com preços acima dos R$ 300 mil

Por Rodrigo Ribeiro - 29 out 2019, 16h12
Picape é baseada integralmente no novo Wrangler Divulgação/Jeep

O futuro da FCA no Brasil não será baseado apenas em diversos SUVs. A marca também prepara uma nova estratégia para suas picapes, com as novas Fiat Strada, Toro reestilizada, RAM 1500 e a inédita Jeep Gladiator, confirmada com exclusividade por QUATRO RODAS por meio de concessionários da marca.

O primeiro indício de chegada da picape do novo Wrangler no Brasil surgiu no Inpi (Instituto Nacional da Propriedade Industrial), com o registro de diversas imagens de patentes do modelo.

Registro da picape surgiu no último documento público do Inpi Inpi/Divulgação

Nossa suspeita foi confirmada com dois representantes de revendas Jeep no Brasil. Nossas fontes confirmaram que a picape estreará no país ainda em 2020, com “grandes chances” do lançamento ocorrer no primeiro semestre.

Picape é quase 50 cm mais longa que o Wrangler Divulgação/Jeep

O preço ainda é um mistério por conta da flutuação do câmbio, mas os lojistas estimam um valor entre R$ 290 e R$ 325 mil, dependendo da versão.

A marca registrou também o recurso de remover portas e teto da picape Inpi/Divulgação

Um dos motivos pelo preço maior que o do Wrangler (que custa entre R$ 260 a R$ 275 mil) está na motorização, composta apenas por um V6 3.6 de 289 cv. Por aqui o jipe usa somente o 2.0 de quatro-cilindros turbo de 270 cv.

Continua após a publicidade
No Brasil a Gladiator terá as mesmas opções de acabamento do Wrangler; Câmbio será sempre automático de oito marchas Divulgação/Jeep

A Gladiator também oferece uma opção diesel, dotada do mesmo V6 3.0 de 264 cv e 66,3 mkgf já usado na RAM 1500.

O problema é que a picape tem capacidade de carga de apenas 725 kg, distante dos 1.000 kg obrigatórios para homologar motores a diesel nesta categoria.

Uma possibilidade seria tentar aproveitar que a legislação brasileira permite esse tipo de motorização em veículos de passeio com 4×4 e reduzida.

Linhas retilíneas do Wrangler foram replicadas na caçamba Divulgação/Jeep

Os atributos da picape Jeep são os mesmos que fizeram sucesso no Wrangler, com destaque para o sistema de tração e bloqueio nos diferenciais dianteiro e traseiro, opção de desconexão da barra estabilizadora dianteira (o que aumenta o curso da suspensão) e portas dianteiras, traseiras e teto removíveis.

Por ter um posicionamento premium, os lojistas da FCA não esperam vender mais de 200 unidades por ano da Gladiator. Também pudera: ao ultrapassar a barreira dos R$ 300 mil, ela será a picape mais cara do Brasil, superando a RAM 2500 — que, na prática, está mais para caminhão do que para carro.

Continua após a publicidade
Publicidade