Salão do Automóvel é marcado por disputa de preços entre carros elétricos

Marcas surpreendem e lançam modelos elétricos – e você pode dirigir eles de graça!

Elétrico mais vendido do mundo, Nissan Leaf fica como o mais caro da mostra paulistana

Elétrico mais vendido do mundo, Nissan Leaf fica como o mais caro da mostra paulistana (Renato Pizzutto/Quatro Rodas)

Parece que, enfim, o mercado brasileiro amadureceu na direção dos carros elétricos. Chevrolet, Nissan e Renault aproveitaram o Salão do Automóvel de São Paulo para lançar seus primeiros carros 100% elétricos no país.

A Chevrolet deu início ao primeiro dia de coletivas à imprensa anunciando a chegada do monovolume elétrico Bolt.

Será apenas em 2019, mas a marca já anunciou o preço R$ 175.000 para a versão LT (a LTZ, mais completa, terá seu preço anunciado mais próximo do lançamento).

Chevrolet Bolt pode rodar até 380 km com uma carga

Chevrolet Bolt pode rodar até 380 km com uma carga (Renato Pizzutto/Quatro Rodas)

Na prática, o Bolt será mais barato do que as versões mais completas da Chevrolet S10 2.8 turbodiesel. Mas seu preço já fica abaixo dos R$ 199.950 pedidos pelo BMW i3, elétrico com motor a gasolina para estender a autonomia (que pelas regras do Rota 2030 é híbrido),

Presidente da GM Mercosul, Carlos Zarlenga explicou a estratégia em conversa com QUATRO RODAS. “Anunciamos o Bolt já com preço, pois, se você não der um preço para o consumidor ele não dará atenção ao seu carro. Nós queremos tratar o Bolt como um carro normal, não como um estudo de tecnologia. É um carro bonito, prático, eficiente e com bom custo”.

Modelo tem porte equivalente ao de um Kia Soul

Modelo tem porte equivalente ao de um Kia Soul (Renato Pizzutto/Quatro Rodas)

O Chevrolet Bolt tem motor elétrico de 204 cv (150 kW) e 36,8 mkgf de torque e é alimentado por baterias de íons de lítio de 60 kWh. Pelo padrão de testes europeu, WLTP, o Bolt pode rodar entre 380 km em ciclo combinado com uma carga.

Porém, vale lembrar que autonomia de um elétrico varia de acordo com diversas variáveis, como o uso do sistema de climatização, tipo de tráfego e até pela temperatura ambiente.

Nissan Leaf chega no primeiro semestre de 2019

Nissan Leaf chega no primeiro semestre de 2019 (Renato Pizzutto/Quatro Rodas)

Quase seis horas depois, era a vez da Nissan lançar no Brasil o elétrico mais vendido do mundo. O Nissan Leaf chegará às lojas na primeira metade de 2019, mas a pré-venda já começou por R$ 178.400. 

Nos corredores do Salão contava-se que a marca japonesa reviu o preço após a Chevrolet anunciar o preço do Bolt. A Nissan nega.

O novo Leaf roda até 270 km por carga em ciclo WLTP

O novo Leaf roda até 270 km por carga em ciclo WLTP (Renato Pizzutto/Quatro Rodas)

O Leaf tem motor elétrico de 149 cv e 32,6 mkgf. As baterias de íons de lítio com 40 kWh permitem rodar 270 km com uma carga em ciclo combinado WLTP. 

Se a disputa era por preço, quem venceu foi a Renault. Seu grande lançamento no Salão é o elétrico Zoe, que já está à venda em duas concessionárias da marca no Brasil (uma em São Paulo e outra em Curitiba) por R$ 149.990.

O Renault Zoe é baseado na plataforma do Clio europeu

O Renault Zoe é baseado na plataforma do Clio europeu (Henrique Rodriguez/Quatro Rodas)

Embora seja o carro mais caro da marca, é o elétrico mais barato do Brasil.

A versão vendida no Brasil é a Intense com bateria Z.E. 40 (41 kWh), capaz de entregar autonomia de 300 km no ciclo europeu WLTP. O motor é o R90, que gera 92 cv e 22,4 mkgf de torque. 

Quem visitar o Salão do Automóvel poderá dirigir o Nissan Leaf, o Renault Zoe e outros modelos híbridos e elétricos no espaço de test-drive da QUATRO RODAS.

O acesso fica na lateral esquerda do São Paulo Expo e o acesso fica pouco antes da praça de alimentação. Recomendamos que o teste seja agendado assim que você chegar ao evento.

Autonomia chega a 300 km

Autonomia chega a 300 km (Henrique Rodriguez/Quatro Rodas)

Outro sinal de amadurecimento do mercado automotivo: a Lexus anunciou que será a primeira marca a vender apenas modelos híbridos no Brasil. Seu último modelo a adotar a motorização híbrida será o SUV de sete lugares RX, a partir do segundo semestre de 2019.

SUV compacto Lexus UX já chegará ao Brasil com mecânica híbrida

SUV compacto Lexus UX já chegará ao Brasil com mecânica híbrida (Renato Pizzutto/Quatro Rodas)

Apesar de ter a picape Tarok e os Polo e Virtus GTS como estrelas do Salão, a Volkswagen anunciou que venderá no Brasil o Golf GTE.

É a versão híbrida e esportiva do hatch médio, que combina motor 1.4 turbo a combustão e outro elétrico para gerar até 205 cv de potência e 35,7 mkgf de torque – o mesmo torque do GTI, mas 25 cv a menos.

Por enquanto, não há data de lançamento definida. 

Golf GTE: confirmado, mas sem data para chegar

Golf GTE: confirmado, mas sem data para chegar (Renato Pizzutto/Quatro Rodas)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s