Os Eleitos 2019: os sedãs médios mais queridos pelos donos

Honda Civic vence, mas Cruze não decepciona

 

Honda Civic: 100,2

O campeão dos sedãs médios também foi o campeão de “Os Eleitos 2019”

O campeão dos sedãs médios também foi o campeão de “Os Eleitos 2019” (Divulgação/Honda)

A supremacia do Civic fica evidente em duas informações bem simples de entender.

Pelo terceiro ano consecutivo, o modelo da Honda ultrapassou a barreira invejável dos 100 pontos, uma indicação de que entregou aos proprietários mais do que eles esperavam no momento da compra.

Não bastasse, foi mais longe e acabou de conquistar o tricampeonato seguido entre os sedãs médios.

Se quiser descobrir o que tanto encantou os donos, prepare-se para uma lista longa: venceu Cruze e Corolla em 12 tópicos, dos 23 avaliados. Arrasou em tamanho do porta-
-malas (113,6), facilidade de acesso aos comandos (108), espaço interno (107,9), boa visibilidade (107) e design (105,1), entre outros.

Como perfeição não existe, também vieram as críticas: seu público reclamou muito de tudo que pesa no bolso. Reprovaram principalmente o preço de compra (81,9), o valor
das peças (88,2) e o custo do seguro (93,7).

Pontuação no anterior: 100,3

Os elogios:

  • Porta-malas
  • Espaço interno
  • Acesso aos comandos

As críticas:

  • Preço de compra
  • Preço das peças
  • Preço dos seguros

“É meu segundo ano com o carro e não podia estar mais satisfeito. E pretendo trocar por outro Civic. Parabéns à Honda por aliar um belo design a uma condução prazerosa.” Vanderson Michell Monteiro Fernandes, Imperatriz (MA)

Chevrolet Cruze: 99,6

O Cruze se manteve na segunda colocação da categoria

O Cruze se manteve na segunda colocação da categoria (Acervo/Quatro Rodas)

Encarar o Civic de igual para igual é um feito e tanto, pois o japonês costuma estar entre os melhores de Os Eleitos ao longo dos anos.

Portanto, o Cruze só tem a comemorar: conseguiu superar o campeão entre os sedãs em nove atributos, como rapidez de arranque (107), tamanho da rede (105,3), consumo na estrada (104) e facilidade de ultrapassagem (103,4).

Mas precisa melhorar em nível de ruído (89,9) e preço de revenda (92,4).

Pontuação no anterior: 99,3

Toyota Corolla: 96,8

O Corolla amargou a última colocação da categoria novamente

O Corolla amargou a última colocação da categoria novamente (Divulgação/Toyota)

O peso da idade parece que chegou ao Corolla: às vésperas de uma mudança radical, ele perdeu feio para os rivais.

Enquanto Civic e Cruze ficaram só 0,6 ponto distantes entre si, o Toyota manteve-se 2,8 pontos atrás do vice deste grupo. Dos três, foi o pior em 12 de 23 quesitos, com destaque negativo para modernidade do projeto (90,2) e nível de equipamentos (92).

Porém, foi o melhor em durabilidade das peças (96,5) e nível de ruído (95,6).

Pontuação no anterior: 98,1

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Hélio de Faria Merheb Jr

    Cadê a avaliação do C4 lounge?