Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Zelador cria Corsa de 1.200 cv e dois motores e vence Ferrari 488 Pista

Gastando cada centavo de suas economias, autodidata levou seu Corsa aos 1.200 cv e, com dois motores, decidiu enfrentar Ferrari em prova de arrancada

Por Eduardo Passos Atualizado em 4 set 2021, 16h06 - Publicado em 12 jul 2021, 19h14
Cravar um vencedor nem sempre é tão óbvio
Cravar um vencedor nem sempre é tão óbvio Reprodução/Youtube

Responda rápido: entre um Chevrolet Corsa e uma Ferrari 488 Pista, quem venceria uma prova de arrancada? E se o Corsa em questão tiver mais de 1.000 cv e dois motores?

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90

São vários aspectos bizarros, mas vale apreciá-los pouco a pouco antes do derradeiro resultado do teste em questão, feito pelo canal britânico Driven.

O Chevrolet Corsa utilizado é uma criação do mecânico inglês Adam Beard, que comprou o modelo, vendido na Inglaterra pela Vauxhall, há dez anos, por cerca de R$ 1.300 na cotação da época.

Autodidata, Beard afirma que desenvolveu todos os mecanismos do carro por conta própria, enquanto pagava suas contas trabalhando como limpador de vidraças.

Um dos dois motores 2.0 C20LET modificados, com 608 cv cada
Um dos dois motores 2.0 C20LET modificados, com 608 cv cada Reprodução/Instagram

A ideia de instalar dois motores veio por comodidade, já que é possível desconectá-los e alternar a tração do modelo, que pode ser dianteira, traseira ou integral. Ao mesmo tempo, graças aos dois motores 2.0 DOHC da Vauxall, com 608 cv cada um, o Corsa pôde fazer frente a modelos muito mais caros, como a Ferrari da vez.

Continua após a publicidade

Ao todo, o Corsinha entrega 1.216 cv e 132 kgfm, transmitidos por câmbio de seis velocidades instalado pelo próprio dono, que gastou cerca de R$ 360.000 para prepará-lo ao longo dos anos. Como não tinha dinheiro para mais do que isso, explica o projetista, todo o trabalho foi feito por suas próprias mãos.

Quem vê cara até percebe se tratar de modelo modificado, mas o segundo motor não é tão evidente assim
Quem vê cara até percebe se tratar de modelo modificado, mas o segundo motor não é tão evidente assim Reprodução/Instagram

A Ferrari 488 Pista, do outro lado, oferece todo o glamour da marca além de 710 cv garantidos pelo pelo motor 3.8 V8 biturbo, com sete marchas e embreagem dupla.

No quarto-de-milha o embate foi acirrado e, apesar de largar com ampla vantagem, o Corsa foi alcançado pelo superesportivo italiano, que percorreu os 400 metros em 11s, contra 11,9s do concorrente.

Para compensar a ausência de auxílios e preparo mecânico de rodas e pneus, por exemplo, fez-se também uma largada lançada, a 64 km/h. Atrevido, o Corsinha empatou o jogo, abrindo 0,3s de vantagem e cravando 7,2s nos 400 metros.

Ainda houve um “desempate” via teste do alce, mas o dia já estava feito e Beard, orgulhoso da “cria”. Confira o vídeo:

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital

Capa de QUATRO RODAS 746
A edição 746 de QUATRO RODAS já está nas bancas! Arte/Quatro Rodas
Continua após a publicidade
Publicidade