Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Volkswagen quer veículos com gás natural comprimido nos EUA

Fabricante alemã quer melhor estrutura de postos de reabastecimento e mais incentivos

Por redação Atualizado em 9 nov 2016, 12h43 - Publicado em 13 set 2013, 11h04
sustentabilidade

Os registros de Departamento de Energia dos Estados Unidos mostram que existem apenas cerca de 600 postos de abastecimento de gás natural comprimido (GNC) no país, mas ainda assim a Volkswagen quer vender carros movidos a GNC por lá.

Antes de se comprometer, no entanto, a VW quer uma infraestrutura de reabastecimento mais expansiva e mais incentivos para vender os carros movidos a gás.

Jonathan Browning, CEO da Volkswagen Group of America, diz que ao utilizar GNC as emissões de dióxido de carbono reduziriam 20% em relação à gasolina e ao diesel. “Nós estamos esperando o sinal de que [o GNC] é suportado a partir de um ponto de vista regulamentar e sobre o grau de infraestrutura disponível “, afirmou ele à publicação Automotive News.

Na Alemanha, existem cerca de 900 postos de abastecimento de GNC, que é uma quantidade relativamente grande quando se considera o tamanho pequeno do país em comparação com os EUA. Mas o chefe de desenvolvimento de produto da VW, Heinz-Jakob Neusser, diz que ainda luta para encontrar postos de GNC lá.

Quando mais postos de abastecimento de GNC começarem a aparecer nos EUA, se isso ocorrer de fato, a Volkswagen vai estar pronta com fábricas preparadas para produzir o mesmo carro com diferentes tipos de motorização. Isso vai incluir a fábrica de Puebla, no México, que será capaz de construir modelos Golf equipados com motores GNC para os EUA, se a demanda for alta o suficiente.

Continua após a publicidade

Publicidade