Virtus, Yaris, Cronos: os 10 carros mais importantes lançados em 2018

Estes modelos mal chegaram e já marcaram território no mercado nacional

2018 foi um ano de muitas novidades na indústria automotiva brasileira. Mas é claro que alguns carros provocaram mais impacto do que outros.

Por isso, a equipe de QUATRO RODAS decidiu eleger os 10 lançamentos mais relevantes do ano. Os critérios: veículos totalmente novos ou profundamente remodelados; modelos que trouxaram algum conceito inovador ou mexeram com o segmento no qual entraram.

Confira abaixo os eleitos pela nossa redação. Concorda? Discorda? Deixe o seu comentário!

Volkswagen Virtus

Chegou em janeiro de 2018 para logo se tornar líder entre sedãs compactos-médios. Filho da plataforma MQB A0, conta com ótimo nível de segurança e aproveita todos os elementos do Polo da ponta do para-choque dianteiro à coluna B. A partir dali, muda bastante, pois acrescenta 9 cm ao entre-eixos do irmão hatch para ser referência em espaço interno.

Toyota Yaris

A família de hatch e sedã compactos aproveita a mesma plataforma do Etios, com atualizações, para fazer aquilo que seu irmão de origem indiana não conseguiu: posicionar a Toyota de maneira competitiva no segmento de compactos premium. Desta vez a fabricante japonesa parece ter acertado a mão, com um produto equipado e visualmente muito mais bem resolvido.

Fiat Cronos

Fiat Cronos Drive 1.3 GSR

Veio logo atrás do rival, em fevereiro, mas com receita diferente. A distância entre os dois eixos é a mesma do Argo, 2,52 m, mas o sedã adotou soluções visuais específicas para grade e para-choque dianteiro, ganhando personalidade própria. Além disso, traz um banco traseiro exclusivo, a fim de otimizar o espaço naquela fileira.

Ford Ka 2019

Não houve troca de geração, mas a Ford promoveu modificações significativas em sua atual família de carros mais vendida. O motor 1.5 flex de 136 cv com etanol, um 3-cilindros naturalmente aspirado vindo do EcoSport, é novo e bastante elástico para o compacto. O câmbio manual também foi trocado. Introduziu-se, ainda, opção de caixa automática e reforços estruturais na carroceria.

Caoa Chery Tiggo 2

O projeto é antigo, existe desde 2016, e chegou atrasado devido à situação crítica pela qual a Chery passava no país. Porém, simboliza o nascimento da Caoa Chery e, mais importante, foi bem assimilado pelo mercado. Assim, abriu as cortinas para que a operação sino-brasileira coloque em prática o plano de quadruplicar suas vendas em 2019.

Citroën C4 Cactus

O lançamento “mais importante da história da Citroën no Brasil”, conforme pronunciado por ninguém menos que a presidente da PSA no Brasil, Ana Theresa Borsari. O modelo chegou com a missão de enfim posicionar a marca francesa no mercado de SUVs compactos, dobrando suas vendas e tirando-a de uma crise que já perdura anos no país.

Mitsubishi Eclipse Cross

O visual é polêmico. O fato de reutilizar o nome do icônico cupê dos anos 1990, idem. Isso não tira do Eclipse Cross o mérito de ter arejado bastante a gama oferecida pela fabricante japonesa no mercado brasileiro. O impacto positivo deve ser ainda maior em 2019, quando ele começará a ser fabricado localmente em Catalão (GO).

Volvo XC40

Volvo XC40 T4

O semiautônomo mais barato do Brasil. Ok, ele não custa menos de R$ 180 mil na versão T4, a mais barata possível dotada do pacote Pilot Assist. Ainda assim, não dá para negar que a marca sueca foi ousada ao possibilitar que seu SUV “de entrada” seja equipado com todas as tecnologias possíveis para andar sozinho no Brasil.

Ford Mustang

Após décadas de espera, o lendário muscle enfim passou a ser vendido de maneira oficial no Brasil, o que por si só já merecia a menção. Para melhorar, a Ford conseguiu calibrar o motorzão Coyote V8 5.0 naturalmente aspirado de 466 cv para aceitar a gasolina comum brasileira, misturada a 27,5% de etanol. É ou não é surpreendente?

Volkswagen Tiguan

VW Tiguan

Primeiro de cinco SUVs prometidos pela Volkswagen para o mercado brasileiro até 2020, o utilitário de nova geração chegou na configuração Allspace, com entre-eixos esticado – 2,79 metros -, boa dose de tecnologia e espaço interno de sobra. Logo foi bem aceito e vem contabilizando bons índices de venda, considerando-se o fato de ser um modelo importado do México.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s