Clique e assine com até 75% de desconto

Transferência eletrônica de carros pode passar a valer este ano

Batizado de Renave, sistema que promete reduzir burocracia já está em testes em Santa Catarina e pode se expandir para todo o país até setembro

Por Daniel Telles 22 jul 2020, 11h11
Transferência veicular poderá ser realizada eletronicamente em breve Serpro/Divulgação

A inesperada pandemia de Covid-19 causou inúmeros transtornos para os motoristas brasileiros. Entre eles o fechamento de muitos postos do Detran e a consequente dificuldade para realizar serviços básicos de documentação.

Mas foi a oportunidade de criar novas soluções. A transferência veicular, por exemplo, estará entre os serviços que poderão ser realizados eletronicamente em todo território nacional em breve.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine com 64% de desconto.

Um projeto piloto chamado Renave (Registro Nacional de Veículos em Estoque) já está em testes em Santa Catarina e em algumas semanas deve chegar a São Paulo, Espírito Santo, Goiás e Rio Grande do Sul.

O sistema possibilita que a empresa que comercializa automóveis usados possa registrá-los diretamente no Detran do respectivo estado, podendo, assim, efetivar ela mesmo a transferência do carro para o comprador.

  • Se aprovado nos testes, a previsão é que o Renave esteja funcionando em todo o Brasil já no mês de setembro.

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da nova edição de quatro rodas? clique aqui e tenha o acesso digital.

    Arte/Quatro Rodas
    Continua após a publicidade
    Publicidade