Clique e assine com até 75% de desconto

Toyota registra novo SUV Raize e SW4 reestilizado no Brasil

Após ter componentes registrados, rival de Renegade e T-Cross tem desenho completo publicado no Inpi, e indica possível chegada ao Brasil

Por Renan Bandeira 7 jul 2020, 15h04
Inpi/Reprodução

A família Toyota deve aumentar ainda mais no Brasil: o fabricante registrou a patente do SUV Raize junto ao Inpi (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) nesta terça-feira (8).

QUATRO RODAS já havia adiantado em outubro do ano passado que o veículo estava cotado para ser produzido no Brasil.

Toyota Raize é pequeno e simples para os padrões dos SUVs compactos vendidos no Brasil Divulgação/Toyota

Como pode ser visto nas imagens a acima, o desenho do registro é exatamente igual ao do modelo apresentado no mercado asiático – onde também tem uma versão batizada Daihatsu Rocky.

Inpi/Reprodução

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine com 64% de desconto.

Em março deste ano, a Toyota já havia registrado outros componentes do modelo por aqui, como os faróis e o para-choque dianteiro. Mas só agora apareceu o carro inteiro

Inpi/Reprodução

O SUV foi apresentado no Salão do Automóvel de Tóquio, no Japão, no ano passado, e foi construído sobre a plataforma DNGA, uma versão simplificada da TNGA usada no Corolla.

No mercado japonês, o modelo conta com as seguintes dimensões: 3,99 m de comprimento; 1,69 m de largura; 1,62 m de altura; e 2,52 m de entre-eixos.

No entanto, por se tratar de uma plataforma modular, poderá haver mudanças no espaço interno, assim como aconteceu no Volkswagen T-Cross vendido para os brasileiros.

O site gaadiwaadi.com fez flagrante do carro sendo transportado. Gaadiwaadi.com/Internet

O SUV foi apresentado no mercado asiático com mercado com motor 1.0 de três cilindros e 98 cv de potência, alinhado a um câmbio automático CVT. Vale lembrar que essa configuração de motor não existe na gama de veículos da Toyota por aqui.

Continua após a publicidade
Inpi/Reprodução

Ainda não há informações sobre qual propulsor será utilizado e nem quando o modelo realmente chegará às concessionárias, mas é esperado que faça sua estreia por aqui no próximo ano.

Inpi/Reprodução

Além do novo SUV, a empresa também registrou o para-choque dianteiro do SW4, confirmando parte da reestilização que o modelo terá para a linha 2021.

Como adiantado por QUATRO RODAS, o SUV receberá o primeiro tapa no visual desde que foi apresentado em 2015.

As mudanças serão discretas, com alterações no desenho da grade frontal, novo alojamento para faróis de neblina e luzes diurnas de led na parte inferior do pára-choque.

Divulgação/Toyota

O novo visual do modelo é inspirado na versão comum do Toyota Fortuner, veículo equivalente ao SW4 na Tailândia.

Por lá, ainda haverá a configuração esportivada Legender, com a dianteira seguindo a filosofia adotada pelo Corolla no Brasil. No entanto, não há informações sobre a chegada dessa opção aqui.

Divulgação/Toyota

Além da mudança no visual, o SW4 terá uma atualização no motor 2.8 turbodiesel que passará a gerar 201 cv e 51 kgfm – um ganho de 27 cv e 5,1 kgfm em relação à geração passada.

O veículo é esperado nas concessionárias até o final deste ano, chegando junto com a linha 2021 da Toyota Hilux ao mercado.

  • Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da nova edição de quatro rodas? clique aqui e tenha o acesso digital.

    Fernando Pires/Quatro Rodas
    Continua após a publicidade
    Publicidade