Clique e assine com até 75% de desconto

Toyota Corolla Cross: conheça em detalhes o SUV que será feito no Brasil

Antecipamos o visual do modelo, que terá detalhes emprestados de outros carros da marca, além de plataforma e motor do sedã Corolla

Por Gabriel Aguiar Atualizado em 6 jul 2020, 18h18 - Publicado em 7 jul 2020, 09h00
Visual tem elementos de outros modelos da Toyota OverboostBR/Reprodução

O Toyota Corolla Cross aproveita a plataforma do sedã e tem boas chances de ser lançado com o mesmo nome. Pouco criativo, sabemos. Mas, pelo jeito, a falta de inspiração também afetou o desenho, que terá (muita) inspiração de outros modelos da empresa, como o C-HR e o nosso conhecido RAV4.

Em parceria com a página Overboost BR, antecipamos as linhas do utilitário que será feito nacionalmente, na fábrica de Sorocaba (SP), e que chegará ao mercado brasileiro em 2021. Como referência, o projetista utilizou flagras e até antecipações feitas pela própria marca.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine com 64% de desconto.

Se os faróis remetem ao C-HR – modelo que chegou a ser visto aqui e que acabou descartado para nosso mercado –, todo o restante tem uma boa pitada de RAV4. Será uma estratégia semelhante à do Jeep Compass, que tomou emprestadas as linhas do Grand Cherokee.

Silhueta foi antecipada pela marca às vésperas da apresentação Internet/Reprodução

É claro que haverá alguns traços próprios, como os para-lamas com vincos em forma de arco e o “teto flutuante”. Por isso mesmo, a projeção indica a possibilidade de pintura bicolor para o SUV. Aliás, linha de cintura e base das janelas também serão diferentes.

Na traseira, lanternas misturam Rav4 e até mesmo Corolla OverboostBR/Reprodução

Desenvolvido sobre a mesma plataforma modular TNGA do Corolla (surpresa!), o Corolla Cross (cujo código interno é 740B) também terá à disposição os mesmos motores 2.0 a combustão e 1.8 híbrido do sedã. O entre-eixos de 2,70 m é outra característica igual.

  • Com previsão para custar entre R$ 150.000 e R$ 200.000, o SUV manterá a Toyota distante da fatia de entrada do segmento, com VW Nivus e Chevrolet Tracker, focando nos concorrentes que estão logo acima: além do já citado Jeep, enfrentará o futuros VW Tarek e Ford Territory.

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da nova edição de quatro rodas? clique aqui e tenha o acesso digital.

    Fernando Pires/Quatro Rodas
    Continua após a publicidade
    Publicidade