Clique e assine com até 75% de desconto

Toyota Hilux 2021 entra em pré-venda no Brasil e parte dos R$ 157.000

Concessionárias no Brasil já têm valores e aceitam pedidos da picape média, que tem visual atualizado e motor diesel mais potente

Por Eduardo Passos Atualizado em 12 nov 2020, 11h11 - Publicado em 11 nov 2020, 12h02
Chegou a hora de conferir os limites da conta bancária: os preços da nova Divulgação/Toyota

Cada vez mais perto do lançamento, a nova Toyota Hilux já começou a dar as caras no Brasil. Conforme adiantado por QUATRO RODAS, a pré-venda da picape e seu SUV, o SW4, já começou e os preços agora se tornaram conhecidos.

A Black Friday já começou na Quatro Rodas! Clique aqui e assine por apenas R$ 5,90

De acordo com tabela obtida com exclusividade junto a concessionários da marca, os valores partirão de R$ 157 mil, na versão SRV com motor 2.7 flex com tração 4×2. Sua variante 4×4, entretanto, custará a partir de R$ 169.790. Esses preços se referem à pintura sólida; para ter a picape com pintura metálica, o proprietário deve desembolsar mais R$ 1.950.

Lanternas tem novas luzes internas e as rodas também estreiam novo desenho Divulgação/Toyota

Os que optarem pela versão diesel, entretanto, terão que bancar, no mínimo, R$ 201.790 pela versão de entrada SR com pintura sólida. Esse modelo com pintura metálica sai por R$ 203.740. As duas opções seguintes, a SRV e a SRX, saem, respectivamente, por R$ 216.990 e R$ 241.990 com pintura sólida. 

Nova central tem Android Auto e Apple Carplay Divulgação/Toyota

Com pintura metálica, a SRV chega a R$ 218.940 e a SRX 2021 se torna a nova Hilux mais cara à venda no Brasil, batendo os R$ 244.340.

Bem mais caras, entretanto, vêm as variantes do Toyota SW4: Sua versão SR, com cinco lugares, está à pré-venda por R$ 309.690 ou R$ 312.040, dependendo da pintura. Caso opte por mais dois assentos, o condutor deve pagar até R$ 317.140 pela versão de topo SRX.

Divulgação/Toyota

O motor flex também está disponível no utilitário, que custa R$ 202.390 e R$ 221.090 nas versões de cinco e sete lugares, respectivamente.

De toda forma, os dois utilitários Toyota chegarão ao Brasil mais baratos do que custam na Argentina, onde são fabricados.

Continua após a publicidade

Após a pré-venda, a Hilux será apresentada oficialmente no dia 17 de novembro. Conforme adiantado por QUATRO RODAS, as entregas começam a partir da mesma data, com previsão média para a Sudeste em torno do dia 20 do mesmo mês.

O que há de novo?

A nova Hilux já tem suas mudanças estéticas externas bem conhecidas, chamando atenção o facelift frontal, com grade maior em relação à versão 2020. Além disso, novos faróis de led e novo para-choques ajudam a renovar o visual da picape.

Divulgação/Toyota

As poucas fotos internas, vazadas da Argentina, dão conta do suporte às interfaces Android Auto e Apple CarPlay, além de mudanças discretas na decoração interna.

Pacotes mais caros também trarão o Toyota Safety Sense, que acrescenta mecanismos como piloto automático adaptativo, frenagem autônoma de emergência, alerta de colisão e assistente de permanência em faixa.

Outros ‘mimos’, como exclusivo sistema de som JBL, com caixas especialmente desenhadas, também fazem parte dos modelos high-end.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Continua após a publicidade
Publicidade