Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Toro e nova Hilux já acumulam bons números de venda

Sucesso dos lançamentos sugere que 2016 pode ser o ano das picapes no Brasil

Por Diego Dias Atualizado em 23 nov 2016, 20h41 - Publicado em 3 mar 2016, 17h55
Fiat Toro Volcano 2.0 4x4
Fiat Toro Volcano 2.0 4×4

Mesmo com um recuo de 30,98% nas vendas de automóveis e comerciais leves em relação ao mesmo período de 2015, o segmento de picapes já apresenta novos sucessos em 2016. Modelos de impacto lançados nos últimos meses, como a Renault Duster Oroch, a nova Toyota Hilux e a Fiat Toro, ajudaram a dar dinâmica às vendas do setor.

No acumulado de janeiro e fevereiro de 2016, a Toro já alinha 1.148 unidades, número expressivo se considerarmos que o modelo da Fiat foi lançado na segunda quinzena de fevereiro. Para comparar, sua concorrente mais próxima, a Duster Oroch, teve 821 emplacamentos no mês inteiro – no acumulado, a picape da Renault soma 1.683 unidades em 2016.

renault-duster-oroch
Renault Duster Oroch

Outra picape que chama a atenção é a Toyota Hilux, que terminou 2015 atrás da Chevrolet S10 (que será reestilizada em breve). Com a nova geração lançada em novembro do ano passado, sua ascensão foi dramática: em 2016 a Hilux já acumula o dobro de unidades da S10 – 5.087 emplacamentos, contra 2.444 da concorrente da Chevrolet.

Toyota Hilux SRX
Toyota Hilux SRX Marco de Bari/Quatro Rodas

No ranking geral de picapes, a pequena Fiat Strada permanece líder, com 8.579 unidades vendidas. Já a VW Saveiro, cujo facelift (mais profundo que o do novo Gol) chega em mercado em abril, emplacou 6.190 modelos até agora. Outra picape que receberá um tapa no visual ainda este ano é a Ford Ranger. Se 2015 foi o ano dos SUVs, 2016 promete ser o ano das picapes.

Vendas de picapes – acumulado 2016
1 – Fiat Strada 8.579
2 – VW Saveiro 6.190
3 – Toyota Hilux 5.087
4 – Chevrolet S10 2.444
5 – VW Amarok 2.041
6 – Ford Ranger 1.920
7 – Renault Duster Oroch 1.683
8 – Chevrolet Montana 1.258
9 – Mitsubishi L200 1.176
10 – Fiat Toro 1.148
Continua após a publicidade
Publicidade