Clique e assine por apenas 5,90/mês

Teste: Toyota Corolla GLi é versão de entrada vigorosa, mas nada barata

Versão básica do sedã médio ganha vigor com novo motor 2.0, além de câmbio e suspensão melhorados. Mas o preço...

Por Rodrigo Ribeiro - Atualizado em 28 jan 2020, 16h45 - Publicado em 28 jan 2020, 07h00
Toyota Corolla GLi Fernando Pires/Quatro Rodas

Apesar de ser uma versão inicial, o Toyota Corolla GLi está longe de ser barato. O lado bom é que, na nova geração, o sedã de R$ 101.990 ganhou um novo trem de força, que tornou o modelo atraente.

O motor Dynamic Force usa alta taxa de compressão (13:1) e oito bicos injetores para alcançar ótimos 177/169 cv e 21,4 mkgf. O câmbio segue CVT, mas passou a usar uma primeira marcha física para melhorar a arrancada inicial do sedã.

Lanternas usam lâmpadas convencionais e rodas têm 16” Fernando Pires/Quatro Rodas

Em nossos testes, as melhorias resultaram em uma aceleração ligeiramente mais rápida, com 0 a 100 km/h em 10 s – 0,4 s a menos que o anterior.

Naturalmente as retomadas também foram melhores, mas a surpresa foi a evolução no consumo: 12,2 e 16,4 km/l na cidade e estrada no 2.0 contra 11 e 11,1 km/l com o antigo motor 1.8, agora usado somente na versão híbrida.

Interior bem acabado traz painel mais simples, ar-condicionado manual e vidro um-toque apenas para o motorista Fernando Pires/Quatro Rodas

O novo Corolla GLi não está só mais rápido e econômico.

A suspensão independente na traseira melhorou o equilíbrio em curvas, e os pneus de 16 polegadas em nada prejudicam a estabilidade e ainda dão mais conforto ao rodar por buracos e imperfeições do que nas versões mais caras, de aros 17.

Completam o pacote a direção elétrica precisa e o mapa do acelerador mais sensível.

Bancos macios têm bom apoio e misturam tecido e revestimento sintético Fernando Pires/Quatro Rodas

E até que o GLi fez poucas concessões para ser mais acessível (ou menos cara) do que as demais versões.

Continua após a publicidade

Aqui você não tem chave presencial, seletor de modo de condução e espelho eletrocrômico, mas o sistema multimídia mantém a integração com smartphones, há duas entradas USB e o retrovisor continua com rebatimento elétrico (mas acionado por botão, em vez de se dobrar sozinho quando o carro é trancado).

Pouco prática, abertura do porta-malas no assoalho é comum a todas as versões Fernando Pires/Quatro Rodas

Os comandos do ar-condicionado analógico e o vazio do volante (que não traz as borboletas das demais versões) onde ficariam os comandos do controlador de velocidade são os que geram mais incômodo visual no primeiro contato com a cabine.

Ar condicionado é manual no GLi Fernando Pires/Quatro Rodas

Mas o bom acabamento e a interessante solução que mistura tecido e couro nos bancos macios formam um conteúdo honesto para o modelo.

Vidros e travas elétricas são localizados no apoio de braço do motorista Fernando Pires/Quatro Rodas

Para quem não faz questão de tantos itens de conforto, vale a pena economizar os R$ 11.000 e ter um Corolla tão rápido quanto os outros, mas bem mais barato.

Veredicto

O novo trem de força caiu muito bem no mais racional dos Corolla. O GLi pode não ser tão equipado, mas é bom de dirigir como as outras versões 2.0.

Teste – Corolla GLi 2020

Aceleração
0 a 100 km/h: 10 s
0 a 1.000 m: 31,1 s – 173,4 km/h
Velocidade máxima: 208 km/h*

Retomada (em D)
40 a 80 km/h: 4,2 s;
60 a 100 km/h: 5 s
D 80 a 120 km/h: 6,3 s

Frenagens
60/80/120 km/h – 0 m: 14,7/26,1/59,1 m

Consumo
Urbano: 12,2 km/l
Rodoviário: 16,4 km/l

*Dados de fábrica

Ficha Técnica – Corolla GLi 2020

  • Preço: R$ 101.990
  • Motor: gasolina, dianteiro, transversal, injeção direta e indireta, 13:1, 16V, 1.987 cm3; 177/169 cv a 6.600 rpm, 21,4 mkgf a 4.400 rpm
  • Câmbio: automático, CVT, 10 marchas simuladas
  • Suspensão: McPherson (diant.) /braços sobrepostos (tras.)
  • Freios: disco ventilado/sólido (d/t)
  • Direção: elétrica, 10,8 m (diâmetro de giro)
  • Rodas e pneus: liga leve, 205/55 R16
  • Dimensões: comp., 463 cm; larg., 178 cm; alt., 145,5 cm; entre-eixos, 270 cm; alt. livre do solo: 14,8 cm; peso, 1.375 kg; tanque, 50 l; porta–malas, 470 l
Continua após a publicidade
Publicidade