Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Tesla Cybertruck foi desenvolvido sem pesquisa com clientes, diz Musk

Em entrevista concedida a site americano, bilionário explicou que visual polêmico da picape foi proposital e inspirado em filmes de ficção científica

Por Daniel Telles 3 ago 2020, 12h29
Picape Tesla Cybertruck tem preço inicial de US$ 49.900 (R$ 266.000) Divulgação/Tesla

Uma prática constante do mercado automotivo quando se está desenvolvendo um novo carro é a pesquisa com clientes.

É normal que fabricantes convoquem clínicas, eventos onde apresentam ideias e protótipos de seu produtos, com o objetivo de determinar qual rumo deve ser seguido pelo time responsável pelo design e desenvolvimento.

Tesla/Divulgação

Muitas vezes, inclusive, carros são criados a partir da demanda dos clientes.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine com 64% de desconto.

A estratégia, no entanto, não foi repetida pela Tesla para o desenvolvimento da picape Cybertruck. De acordo com o próprio dono da empresa, Elon Musk, a ideia era criar um carro que fosse muito esquisito. Aparentemente, ele conseguiu.

Continua após a publicidade
Segundo Musk, visual foi inspirado em filmes de ficção científica divulgação/Tesla

“Pesquisa com clientes? Nós queríamos um carro que fosse impressionante e muito esquisito. Eu queria criar um tanque de batalha futurístico – algo que parecesse ter vindo dos filmes Blade Runner ou Aliens, mas que também fosse funcional”, afirmou em entrevista ao site americano Automotive News.

O bilionário americano disse também que o visual polêmico foi escolhido propositalmente e que se a picape não vender bem, a empresa desenvolverá outra com design tradicional.

“Eu nunca fiquei preocupado com o visual, porque se ninguém quisesse comprar o Cybertruck desenvolveríamos outro normal, sem problemas”, contou.

Foram mais de 250.000 unidades reservadas na pré-venda Divulgação/Tesla

Entretanto, os números divulgados pelo próprio Musk mostram que o polêmico carro teve um início de jornada avassalador no mercado americano.

Somente na pré-venda foram mais de 250.000 unidades reservadas, o que pode ter feito a Tesla arrecadar US$ 25 milhões (R$ 133 milhões) apenas com depósitos antecipados em forma de sinal.

  • Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da edição de maio da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

    Arte/Quatro Rodas
    Continua após a publicidade
    Publicidade