Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Sucessor do Chiron será revelado em 2024 e inaugura ‘nova era’ na Bugatti

Com motor V8 híbrido, sucessor do Chiron será ainda mais impressionante que o Mistral e com design inovador, mas sem deixar de lado a tradição

Por João Vitor Ferreira
23 jul 2023, 18h16

O Bugatti Chiron vai deixar saudades. Mas seu substituto já está quase pronto e não só estará à altura, mas também vai inaugurar uma nova era no quesito design para os carros de Molsheim.

Quem garante isso são os próprios desenvolvedores do hiperesportivo, que nem sequer tem nome ainda. A Bugatti vem sendo bem discreta quando o assunto é o seu próximo supercarro, que será apresentado em 2024, mas só deverá entrar em produção em 2026.

Bugatti Veyron
Sucessor do Chiron inovará no quesito design, mas manterá tradições da Bugatti (Divulgação/Bugatti)

Achim Anscheidt, que trabalhou por 19 anos como chefe de design da Bugatti e supervisionou o projeto do sucessor do Chiron, contou em entrevista à Autocar que o esportivo junta toda sua experiência de quase duas décadas trabalhando para a montadora francesa.

“O que o Chiron manifesta hoje é onde a marca se situa desde o Veyron até o Chiron e onde a marca está agora estabelecida, é preciso uma certa direção de design equilibrada para levar isso ao próximo passo e não ser arrastado para algum tipo de exercício de estilo.”, explica Anscheidt ao site inglês.

Continua após a publicidade

Bugatti Chiron

As mudanças acompanham o novo trem de força. O sucessor do Chiron será um híbrido e não vai usar o famoso motor W16, que se despediu no roadster Mistral. Em seu lugar, a montadora aposta em um V8, que é um pouco menor, que provavelmente vai deixar o carro mais esguio e leve. Isso não afetará características marcantes, como a grade em forma de ferradura e a tradicional linha de cintura proeminente dos Bugatti. 

Bugatti W16 Mistral frontal preto
O Bugatti Mistral aposentou o motor W16 e o próximo hiperesportivo plug-in promete ser ainda mais supreendente (Divulgação/Bugatti)

E se o Mistral, que herda a mecânica de 1.600 cv e 163,15 kgfm do Chiron Super Sport 300+, foi considerado impressionante por muitos, quem ocupará a cadeira de Anscheidt na Bugatti garante que o hiperesportivo híbrido será ainda melhor. “Vai ser incrível, proporcionalmente, tecnologicamente, em termos de inovação, em termos de imprevisibilidade. Vai surpreender as pessoas completamente, e é uma verdadeira alegria trabalhar nisso.”, conta  Frank Heyl, atual diretor de design da montadora.

Bugatti W16 Mistral traseira
(Divulgação/Bugatti)

Heyl também diz que tem sido um verdadeiro desafio projetar o novo carro. A adição de um trem de força híbrido também exige atenção especial, principalmente pelo maior peso das baterias. São elementos que necessitam de uma atenção maior, ainda mais quando o foco do carro é ter um alto desempenho. Mas a Bugatti está mais preparada do que nunca para isso.

Continua após a publicidade

“[…] conhecemos cada centímetro de nossos carros tão bem que sabemos exatamente onde (a mudança) nos ajudaria e onde criaria um problema.”, conta o ex-chefe de design da Bugatti.

Bugatti Chiron
Sucessor do Chiron já está pronto, mas só será apresentado em 2024 (Divulgação/Bugatti)

Sobre o interior, é provável que as mudanças sejam mais pé no chão. O responsável pela área, Aldo Maria Sica, afirma que ele será bem próximo do que a Bugatti oferece hoje em dia. Logo, podemos ter algo parecido com o próprio Mistral, mas com a adição de uma tela multimídia de tamanho considerável, para ficar mais próximo dos rivais como o Aston Martin Valkyrie e do Mercedes-AMG One.

Compartilhe essa matéria via:

Por enquanto, isso é tudo que sabemos sobre o substituto do Chiron. De acordo com os envolvidos no projeto, o carro já está pronto, os protótipos da linha produção já estão terminados há alguns meses e o maquinário final começará a ser entregue em breve. Mas como a Bugatti está mantendo tudo no mais absoluto sigilo, só deveremos ter informações mais concretas em 2024. É provável que o superesportivo plug-in ultrapasse os 5 milhões de euros (quase R$ 27 milhões de reais) do Mistral.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.