Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Stellantis cancela de vez planos para nova geração da picape Dodge Dakota

Nova geração da Dakota era aguardada desde o fim do modelo em 2011. Jeep Gladiator deve preencher lacuna no mercado americano

Por Igor Macário 22 fev 2021, 21h28
dakota
Dakota chegou a ter mais uma geração posterior à vendida no Brasil Divulgação/Dodge

Desde que a Dodge Dakota saiu de linha lá em 2011 especula-se sobre uma nova geração da picape, que mesmo num curto período de tempo conseguiu reunir uma legião de fãs. No entanto, a Chrysler, e posteriormente a FCA, nunca concretizaram o retorno da Dakota, mesmo com o sucesso de modelos como a Ford Ranger e a Chevrolet Colorado nos Estados Unidos.

E agora parece que veio o derradeiro balde de água fria para quem ainda esperava ver uma nova Dakota. Com a união entre FCA e PSA, formando a Stellantis, aparentemente os planos de uma nova Dakota foram definitivamente enterrados.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 7,90

Segundo o fórum GM Authority, a FCA até vinha formulando uma nova geração da Dakota, que poderia aproveitar a base da Jeep Gladiator, bem como o V6 Pentastar (já antigo) e câmbio de oito marchas.

  • Picape foi montada no Brasil por três anos. Uma vez lançada, a picape também poderia ter variantes mais fortes, ou com melhorias na suspensão e sobrenome Rebel, preparada para uso em pisos ruins e trilhas de alta velocidade.

    No entanto, a Stellantis resolveu descartar o projeto. O GM Authority não falou nenhuma razão para o engavetamento da Dakota, mas o sucesso da Gladiator pode ter tornado o modelo desnecessário na linha, ainda que fosse uma rival perfeita para Ranger, Colorado e Toyota Tacoma.

    dakota
    Picape foi montada no Brasil por três anos Divulgação/Dodge

    Embora tenha visual mais robusto que as rivais “convencionais”, a Gladiator acaba rivalizando também com essas picapes, e vem conseguindo boa participação no segmento. A líder disparada ainda é a Toyota Tacoma, mas a picape da Jeep se mantém próxima de Colorado e Ranger.

    A Dakota chegou a ser produzida no Brasil em sua segunda geração, com direito a motores V6 e até V8 lá pelos anos 2000, na fábrica da Chrysler em Campo Largo (PR). Saiu de linha sem deixar substituta. O modelo ainda teve uma terceira geração nos Estados Unidos, que durou até 2011.

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

    QR - CAPA 742 - FEVEREIRO
    Arte/Quatro Rodas
    Continua após a publicidade
    Publicidade