Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Skoda ensaia picape maior que a VW Tarok com projeto feito por estudantes

Protótipo tem fundo falso na caçamba e suspensão pensada para o off-road, mas não tem mudanças na mecânica

Por Henrique Rodriguez Atualizado em 4 jun 2019, 14h54 - Publicado em 4 jun 2019, 14h50
Picape foi criada por estudantes da Skoda Divulgação/Skoda

Um Skoda Kodiaq nada mais é do que um Volkswagen Tiguan simplificado pela fabricante tcheca.

Derivada do Kodiaq, a picape conceitual Mountiaq teria tudo para ser maior do que a VW Tarok, picape derivada do SUV Tarek que deverá estrear no Brasil em 2020.

Isso, se a Skoda realmente estivesse interessada em ter uma picape derivada da plataforma MQB.

Protótipo tem apenas duas portas, que foram encurtadas Divulgação/Skoda

O Mountiaq é o resultado de um exercício feito pelos estagiários da Skoda.

Todos os anos, desde 2014, eles são convidados a criar um protótipo. Desenham e constroem um carro baseado em algum modelo da marca. A picape exigiu 2.000 horas de trabalho de 35 estudantes, sendo 6 delas mulheres.

Suspensão foi elevada em 10 cm Divulgação/Skoda

Para transformar o SUV médio nume picape, eliminaram as portas traseiras e encurtaram as dianteiras. O carro ainda foi alongado 30 cm, para chegar aos 5 m de comprimento, e recebeu reforços estruturais.

Na falta do acesso à cabine pela caçamba, como há no conceito da Tarok, os estudantes da Skoda puseram três alçapões escondidos no assoalho da caçamba.

Há porta-objetos escondidos no assoalho da caçamba Divulgação/Skoda

Na comparação com o Kodiaq, a picape também tem altura livre do solo 10 cm maior, por conta das modificações na suspensão e pelas rodas aro 17″ calçadas com pneus para uso off-road.

  • Mas o motor segue as especificações convencionais: usa o 2.0 TSI em versão de 190 cv, semelhante a usada pelo Audi A4 no Brasil.

    Interior recebeu detalhes na cor laranja Divulgação/Skoda
    Continua após a publicidade
    Publicidade