Clique e assine por apenas 8,90/mês

Segredo: novos SUVs nacionais da Ford terão motor 1.5 turbo do Fiesta ST

Três-cilindros gera até 200 cv e quase 30 kgfm no hot hatch, mas também tem calibrações de 150 e 182 cv. Será a principal arma dos modelos contra o Compass

Por Henrique Rodriguez - Atualizado em 21 fev 2020, 18h13 - Publicado em 21 fev 2020, 18h05
No Fiesta ST, tricilindro rende incríveis 200 cv divulgação/Ford

Enquanto a Ford prepara o lançamento do Territory com motor 1.5 de quatro cilindros turbo flex de ciclo Miller, também trabalha em um inédito 1.5 turbo de três cilindros baseado no motor usado hoje por Ka e EcoSport.

Ele será usado em seus novos SUVs médios nacionais revelados em primeira mão por QUATRO RODAS, que devem estrear entre 2022 e 2023.

A versão aspirada do 1.5 Ti-VCT (Dragon) rende satisfatórios 137 cv e 16,2 kgfm em Ka e EcoSport. Mas ele foi desenvolvido já pensando em futura sobrealimentação: não à toa, é parente do 1.5 EcoBoost usado atualmente pelo Fiesta ST europeu.

No compacto esportivo, este motor gera 200 cv e 29,6 kgfm (entre 1.600 e 4.000 rpm) com o apoio de sistema de injeção direta e indireta, e do turbocompressor de baixa inércia.

Continua após a publicidade
Motor 1.5 EcoBoost de três cilindros gera até 200 cv Divulgação/Ford

Mas esta é aplicação deste motor em um esportivo. Há outras mais mansas, com 150 e 182 cv, que compartilham o mesmo torque: 24,5 kgfm. A de 182 cv seria muito bem adequada à realidade do mercado brasileiro.

Os novos SUVs médios da Ford são conhecidos pelos nomes-código BX784 e BX785.

As primeiras informações dão conta que os dois compartilhariam boa parte do projeto, mas um seria um SUV convencional e o outro teria caimento do teto ao estilo cupê.

O principal alvo é o Jeep Compass, que até lá já terá visual atualizado e novo motor 1.3 turbo, além do futuro SUV cupê da Fiat inspirado no conceito Fastback. Daí a importância de ter um motor mais potente. 

Continua após a publicidade

Existe, inclusive, a possibilidade de os novos SUVs substituírem o ainda não lançado Territory. Mas, em vez de ser importado da China, serão fabricados em Camaçari (BA) junto com o Ka e com a nova geração do EcoSport.

Publicidade