Ford revela novo Fiesta ST com motor de três cilindros com 200 cv

Hot hatch tem itens como seletor de modos de condução e tecnologia de desativação de cilindros

A Ford revelou a nova geração do Fiesta ST, poucos dias antes de sua apresentação oficial no Salão de Genebra. A grande novidade está debaixo do capô: sai o 1.6 de quatro cilindros, entra um novo 1.5 de três cilindros (ambos com turbo e injeção direta).

Enquanto o 1.6 anterior produzia 182 cv e 24,5 mkgf, o novo 1.5 EcoBoost de três cilindros chega a 200 cv e torque máximo de 29,6 mkgf. Curiosamente, os números são idênticos aos obtidos pelo Fiesta ST200, versão mais forte do ST da geração anterior.

Lanternas agora são divididas pela tampa do porta-malas

Lanternas agora são divididas pela tampa do porta-malas (divulgação/Ford)

Design segue as linhas da nova geração do Fiesta

Design segue as linhas da nova geração do Fiesta (divulgação/Ford)

O novo ST acelera de 0 a 100 km/h em 6,7 segundos, 0,2 segundo mais rápido do que seu antecessor. De acordo com a Ford, o carro será o primeiro veículo tricilíndrico equipado com a tecnologia de desativação de cilindros, reduzindo o consumo de combustível e diminuindo a emissão de poluentes.

Pela primeira vez na história no compacto, o Fiesta ST sairá de fábrica com um seletor de três modos de condução (Normal, Sport e Track), que altera as respostas de motor, ronco do escape, direção, suspensão e controles eletrônicos de acordo com o desejo do motorista.

O câmbio é manual de seis marchas, e a tração dianteira tem o recurso do Torque Vectoring Control, que reduz a tendência ao substerço e as saídas de frente ao tracionar (o chamado esterçamento por torque) ao aplicar a força dos freios na roda do lado interno da curva.

Volante com base achatada tem o logotipo ST

Volante com base achatada tem o logotipo ST (divulgação/Quatro Rodas)

O interior tem volante com base achatada e bancos Recaro revestidos de camurça. O sistema de áudio tem a grife Bang & Olufsen e integra a terceira geração do SYNC, com tela de oito polegadas e compatibilidade com Apple CarPlay e Android Auto.

Bancos esportivos são feitos pela Recaro

Bancos esportivos são feitos pela Recaro (divulgação/Quatro Rodas)

Hatch tem câmbio manual de seis marchas

Hatch tem câmbio manual de seis marchas (divulgação)

Veja também
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Francisco Otavio Pereira Filho

    No mínimo é perfeito. Podemos sonhar que é de graça.

  2. VIDA MÚSICA & BATERA

    Gostei bastante do painel..

  3. Gabriel Medeiros

    Oxi, eu queria era colocar esse volante no meu New Fiesta!!! #sonho

  4. Julio Rodrigues Neto

    Duvido que seja mais divertido de guiar, que o UP TSI.

  5. Bem que a Ford poderia utilizar essa motorização (mais amansada) no Focus e Ecosport equipados com o Duratec.

  6. Claudio Volber

    Só tem 3 cilindros e os caras ainda desligam um? Deve vibrar igual uma britadeira com cilindro desativado, essa moda de 3 cilindros é foda.