Segredo: quais carros de Fiat e Jeep vão usar motores 1.0 e 1.3 turbo

Levantamos quais modelos devem ser equipados com a dupla de propulsores turbinados da família Firefly a partir do ano que vem

Toro, Renegade, Compass e Argo terão motores Firefly turbo

Toro, Renegade, Compass e Argo terão motores Firefly turbo (Arte/Quatro Rodas)

O grupo FCA segue firme no desenvolvimento dos motores 1.0 e 1.3 turbo flex da família Firefly, que equiparão praticamente toda a gama de produtos das marcas Fiat e Jeep vendidos (e produzidos) no Brasil a partir de 2020.

QUATRO RODAS já apontou que será a picape compacta-média Toro a responsável por fazer a estreia da família bicombustível turcomprimida no país.

Diferentemente dos propulsores Firefly aspirados, que possuem duas válvulas por cilindro e injeção indireta multiponto, a dupla turbinada contará com quatro válvulas por cilindro e injeção direta. Isso demandará o uso de um novo cabeçote.

Internamente os projetos são conhecidos como T3 e T4, em menção ao número de cilindros. No caso, a usina 1.0 é tricilindro, enquanto a de 1,3 litro conta com quatro cilindros.

A usina T3 deve gerar cerca de 120 cv e 20 mkgf com etanol. Já a de maior deslocamento se aproximará de 180 cv e 27,5 mkgf. Há, ainda, uma possível calibração de 150 cv, também com 27,5 mkgf, que é oferecida no Velho Continente.

Mas, afinal, quais modelos serão equipados com esses motores, e qual propulsor será destinado a cada um deles? Após consultar nossas fontes e também com colaboração do jornalista Marlos Ney Vidal, do site Autos Segredos, fazemos nossas apostas:

Fiat Toro – T4

Facelift da Toro deve seguir padrão visual dianteiro do conceito Fastback

Facelift da Toro deve seguir padrão visual dianteiro do conceito Fastback (Du Oliveira/Quatro Rodas)

A picape Toro marcará a chegada do Firefly 1.3 turbo em junho de 2020, a partir do projeto 226 MCA (sendo MCA a sigla em inglês para “mid-cycle action”, ou atualização de meia vida, numa tradução livre).

Com potência entre 170 e 180 cv e 27,5 mkgf estimados de torque, o motor T4 substituirá de uma vez o 1.8 E.TorQ de 139 cv e também o 2.4 Tigershark de 186 cv, ambos naturalmente aspirados e também flexíveis.

Protótipos da Toro com esse novo motor, ainda dotados de visual antigo, têm sido vistos em testes constantes de rodagem nos arredores da fábrica de Betim (MG). Câmbio deve ser o automático de nove marchas fornecido pela ZF.

Jeep Compass – T4

Comparativo: Compass x Equinox Turbinação do Compass flex também deve ser acompanhada de um facelift

Turbinação do Compass flex também deve ser acompanhada de um facelift (Christian Castanho/Quatro Rodas)

O SUV compacto-médio deve ser o segundo a receber o propulsor turbinado de 1,3 litro, no início do segundo semestre de 2020, como conta o Autos Segredos. Trata-se do projeto 551 MCA.

E, assim como ocorrerá com a Toro, a chegada da usina T4 deve vir acompanhada de um facelift, o que significa que o modelo não receberá atualização visual este ano. Com ele, sai de cena o 2.0 Tigershark flex de 166 cv.

Jeep Renegade – T3

Jeep Renegade já teve design renovado

Jeep Renegade já teve design renovado (Divulgação/Jeep)

Apesar de estar liderando o ranking de vendas de SUVs em 2019, sinal de que o tapinha no visual feito no fim do ano passado surtiu efeito, o Renegade flex também deve virar turbo no final de 2020.

QUATRO RODAS apurou que para o SUV compacto está destinado o propulsor Firefly T3, três-cilindros de 1 litro, em substituição ao 1.8 E.TorQ.

Aqui, porém, não haverá qualquer mudança visual, e a caixa deve ser a automática de seis marchas da Aisin, ou manual também com seis relações.

Fiat Argo e Cronos turbo – T3

Fiat Cronos Drive 1.3 GSR Cronos trocará 1.8 E.TorQ pelo Firefly T3 1.0

Cronos trocará 1.8 E.TorQ pelo Firefly T3 1.0 (Henrique Rodriguez/Quatro Rodas)

A novíssima motorização turbo flex da FCA enfim começará a ser aplicada à gama de compactos da Fiat no princípio de 2021, começando pela dupla Argo e Cronos.

Ambos terão à disposição a versão T3 manual ou automática, cujos 120 cv e 20 mkgf aproximados devem fazê-los brigar em  condições mais favoráveis contra Polo e Virtus 200 TSI. Com isso, sai de cena o 1.8 E.TorQ.

Fiat Fastback – T4

Conceito Fiat Fastback gerará um SUV cupê derivado da Toro… E turbo

Conceito Fiat Fastback gerará um SUV cupê derivado da Toro… E turbo (Renato Pizzutto/Quatro Rodas)

Em meados de 2021 será tirada do forno a versão de produção do conceito Fastback, apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo do ano passado.

Denominado internamente como X3U, o projeto chegou a ser engavetado, mas voltou à vida em 2018 e virá ao mercado como o SUV cupê da Toro, utilizando o mesmo visual e o mesmo trem de força da picape reestilizada: T4 nove marchas.

Fiat Argo SUV – T3

O projeto 363, baseado na plataforma MP1 do Argo, dará origem em meados de 2021 a um SUV compacto da Fiat, a ser posicionado abaixo do Renegade.

Assim como Argo e Cronos, deve ter no cofre o propulsor 1.0 turbo flex de 120 cv, manual ou automático.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s