Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Retrocesso? CEO da VW diz que modelos voltarão a ter botões convencionais

Retorno dos botões pode ocorrer já em 2023 com a nova geração do Golf e também nos novos elétricos da marca

Por João Vitor Ferreira
25 out 2022, 09h22

Quando o touchscreen chegou, muita gente achou que os botões convencionais estivessem com os dias contatos. Eles podem até perder espaço, mas se depender da Volkswagen a vida útil deles ainda vai durar.

Isso porque Thomas Schäfer, CEO da marca, escreveu em seu Linkedin dizendo que a tecnologia ‘ultrapassada’ voltará com tudo.

“Estamos aprimorando nosso portfólio e nosso design, além de criar uma nova simplicidade na operação de nossos veículos. Por exemplo, estamos trazendo de volta o volante com botão de pressão!”, escreveu o executivo.

Os comandos por toque estrearam na marca alemã em 2019, com o Golf MKV. De lá pra cá, cada vez mais veículos foram adotando esse padrão, em especial, a família de elétricos ID. lançada em 2020 com o ID.3. No Brasil, o Jetta GLI é o único com comandos sensíveis ao toque no volante. O movimento poderia começar mudando para o volante usado por Nivus, Taos e Polo, ainda com botões.

Continua após a publicidade

O retorno dos botões não é um pensamento exclusivo da VW e parece ser uma tendência geral no mercado. Anteriormente, designers de outras marcas como Polestar e BMW já defenderam o fim dos comandos táteis, assim como a redução do número de telas.

VW ID4 1
No ID.4, os comandos são todos sensíveis ao toque, inclusive para os faróis (Fernando Pires/Quatro Rodas)

Mas essa não é uma ideia que parte da Volkswagen. Na verdade, eles estão ouvindo o feedback dos próprios clientes da marca, que não se familiarizaram com os controles sensíveis ao toque. “É isso que os nossos consumidores querem!”, concluiu Schäfer.

Porém, se você é um adepto dos botões de pressão e outros controles menos modernos, não fique tão animado. O comunicado cita apenas que os comandos do volante retornarão ao estilo antigo, enquanto o controlador de volume e temperatura do ar no painel central – também muito criticado pelos usuários – deve continuar sendo uma barra deslizante sensível ao toque.

Além de estrear os comandos sensíveis ao toque, o Golf também pode ser o modelo que irá aposentá-los. Ainda não há confirmação, mas é provável que seu facelift, aguardado para 2023, seja o primeiro novo modelo da marca a reverter os botões para o padrão antigo.

Depois desse anúncio, há também a esperança que os próximos elétricos da marca também utilizem os botões convencionais. Schäfer utilizou a mesma postagem para anunciar que a marca pretende lançar dez novos modelos elétricos em todo o mundo até 2026.

The new Volkswagen ID.4 GTX
No Brasil, o volante com controles sensíveis ao toque aparece apenas nos modelos importados, como o ID.3, ID.4 e o Jetta (Divulgação/Quatro Rodas)

Sem mais explicações, o CEO disse apenas que os modelos cobrirão “todos os segmentos relevantes”. Entre os mais aguardados estão o compacto ID.2 e a reestilização do ID.3, além de um hatch esportivo que receberá a alcunha GTX, assim como o ID.4.

Um sedã batizado de ID.Aero também é esperado para rivalizar com o Tesla Model 3. Claro, não poderiam faltar SUVs, que devem cobrir todas as faixas de tamanho, incluindo um menor do que o ID.4.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.